‘Se não descontingenciar, UFPB vai parar até setembro’, diz reitora

Reprodução
Reprodução
A reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, alegou nesta segunda-feira (08), que caso os recursos do orçamento não sejam liberados, a universidade deve parar até setembro.
“O contingenciamento continua 48% do crédito orçamentário, não só na UFPB, mas na maioria das universidades. A previsão é que o descontingenciamento possa acontecer no final do ano, são R$ 44 milhões contingenciados”, disse.
A reitora afirmou que está mantendo conversas para que quando o recurso volte ele não seja perdido por falta de planejamento.
Margarethe lembrou que em reunião com o ministro da Educação Abraham Weintraub, foi garantido que os recursos voltariam e que não era um corte, mas sim contingenciamento, porém, “se não for descontingenciado, a universidade vai parar”.
“Espero que de fato a Educação seja prioridade e não só a superior, mas em todos os níveis”, finalizou.
Paraiba.com.br 

Postar um comentário

0 Comentários