OPINIÃO: Cícero Lucena é nome forte para disputar a PMJP; mas precisaria ter cuidado com más companhias…

https://s3.amazonaws.com/pbagora/20190704155336/

Cícero Lucena é nome forte para disputar a sucessão do Prefeito Luciano Cartaxo. Das hostes tucanas ele é, provavelmente, o único com potencial eleitoral para enfrentar, digamos, um Ricardo Coutinho, o fantasma das oposições na Paraíba.

Cícero não se faz forte candidato por essas bobagens mas, sobretudo, pelo legado que deixou depois dos dois mandatos de prefeito. Do primeiro, principalmente, quando investiu pesado também na Educação, antecipando em alguns anos o alcance de indices previstos para o ensino fundamental. Era secretário de Educação do Município o ex-reitor da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Neroaldo Pontes.O chamado “Caboclinho de Jatobá” (São José de Piranhas-PB) tem história com João Pessoa. “Tem a cara de Jampa”, dizem alguns, lembrando, inclusive, que ele nasceu justamente em 5 de agosto, aniversário da cidade que já foi Filipeia de Nossa Senhora das Neves e depois Parahyba do Norte etc.
Cícero foi prefeito por dois mandatos consecutivos: de janeiro de 1997 a janeiro de 2005.
Será?
Mas será que o ex-prefeito Cícero Lucena tem mesmo a pretensão ou a disposição de voltar à vida pública para tentar a sucessão de Luciano Cartaxo?
Bem, da própria boca ninguém ouviu nada a respeito. Mas, a imprensa começa a fazer especulações em torno de uma possível candidatura do “Caboclinho”, quem sabe até movida por informações plantadas para tentar fazê-lo entusiasmar-se pela ideia.
Peso
Embora seja um nome aparentemente forte, de estreitas relações com os pessoenses e reconhecidamente da simpatia do eleitorado, o que poderia dificultar a vida de Cícero numa eventual disputa seria o seu vínculo com o PSDB, partido que deu início ao processo que culminou com a crise que o Brasil enfrenta no momento.
A tucanada é a cara do golpe. Tentou enganar os brasileiros com o falso discurso que seria desmoralizado logo depois. E o desgaste do partido, hoje em frangalhos, está refletido no desempenho tucano nas eleições 2018 de Norte a Sul e de Leste a Oeste do Brasil. Veja que o ex-todo-poderoso Cássio Cunha Lima, surfando na onda de Aércio Neves, se fez porta-voz do golpe e na eleição seguinte foi trucidado nas urnas ficando num humilhante quarto lugar na disputa pelo Senado.
Convém lembrar que, no seu terreiro, Cássio era oposição ao projeto socialista capitaneado pelo seu algoz Ricardo Vieira Coutinho, expoente das esquerdas na Paraíba, que, em pleno exercíciodo cargo de governador, foi à praça pública alertar os paraibanos sobre o que havia por trás da hipocrisia tucana. RC é aliado de primeira hora de Lula, Dilma e do PT.
Arremate
Portanto, é de bom alvitre que Cícero Lucena, se pretende mesmo disputar a Prefeitura, se distancie de más companhias…

Wellington Farias
PB Agora

Postar um comentário

0 Comentários