Ex-senador é eleito imortal da Academia Paraibana de Letras

O ex-senador e empresário Roberto Cavalcanti foi eleito, na manhã desta sexta-feira (07) o mais novo imortal da Academia Paraibana de Letras (APL).
Roberto concorreu à cadeira 27, deixada pelo imortal Carlos Romero com Germano Romero e Ney Suassuna.
Para o novo imortal da APL, a expressiva votação o orgulha mas ao mesmo tempo lhe dá uma responsabilidade enorme de representar a Academia e engrandecê-la cada vez mais.
“Eu procurei me apresentar condignamente, com muito esforço, muito trabalho, um trabalho de muitas mãos, contei com muita gente, muitos amigos, eu obtive quatro vezes mais votos do que a soma dos outros concorrentes, então isso é expressivo, isso me envaidece mas também me dá uma tremenda responsabilidade de representar essa Academia e aqui colaborar para que ela engrandeça, se agigante, então eu estou aqui para trabalhar” disse.
Segundo palavras do acadêmico Itapuan Bôtto Rodrigues, que homologou a candidatura de Roberto Cavalcanti, na linha do tempo da vida do empresário verifica-se que enquanto estudante, profissional liberal, industrial, empresário e político, Roberto Cavalcanti sempre vinculou essas funções ao mundo cultural.
O empresário possui 925 crônicas e artigos publicados entre os anos de 2009 e 2019 e apresentados à APL, em 11 volumes cronologicamente encadernados. É autor dos livros Meu tempo sobre o tapete azul, Brasília: Gráfica do Senado, 2010; e Como penso, João Pessoa: Forma editorial, 2019.
Roberto recebeu 28 votos, contra 5 de Germano Romero e 2 de Ney Suassuna.
FERNANDO COUTINHO NAÇAORURALISTA

Postar um comentário

0 Comentários