Esperança e Solânea recebem audiências do ODE nesta sexta e sábado

As regiões polarizadas pelas cidades de Esperança (3ª Região Geoadministrativa) e Solânea (2ª Região) sediam, nesta sexta-feira (12) e sábado (13), respectivamente, as próximas audiências públicas regionais do Orçamento Democrático Estadual.  Em Esperança, a audiência acontece a partir das 19h, no ginásio do Centro Social Urbano João Paulo I, e a de Solânea, às 16h, no ginásio de esportes Adauto Silva, localizado no Centro da Cidade. 
Para a audiência em Esperança devem participar representantes das cidades de Algodão de Jandaíra, Alagoa Grande, Alagoa Nova, Arara, Areia, Areial, Lagoa Seca, Matinhas, Montadas, Olivedos, Pocinhos, Puxinanã, Remígio e São Sebastião de Lagoa de Roça. Já a de Solânea os municípios de Araruna, Bananeiras, Belém, Borborema, Cacimba de Dentro, Caiçara, Casserengue, Dona Inês, Logradouro, Riachão, Serraria e Tacima. 
As plenárias do Orçamento Democrático contam com a presença do governador João Azevedo, e de toda a comitiva do governo, e é um momento em que as pessoas elegem as prioridades de investimentos para as suas respectivas regiões, além de quais obras, ações e serviços gostariam que fossem implantados ou melhorados em suas comunidades. 
A indicação das obras e prioridades pode ser feitas, também, antecipadamente à audiência, por meio do aplicativo ou site do Portal da Cidadania do governo. A validação dos votos apontados no aplicativo deve ser efetivada no dia da audiência, nos locais de credenciamento. 
O Orçamento Democrático Estadual já deliberou mais de R$ 10 bilhões em obras, ações e serviços demarcados nas peças orçamentárias, ao longo dos últimos anos de existência da ferramenta (2011 a 2018). O governador João Azevedo, nas audiências, tem prestado contas das ações do governo e anunciado uma série de obras em todo o Estado. 
As audiências públicas do Orçamento Democrático Estadual têm o objetivo de reunir as populações das regiões para dialogar sobre as prioridades de investimentos do Governo do Estado nas localidades. É a forma democrática de discutir os gastos públicos diretamente com a população e de prestar contas daquilo que foi e vem sendo investido pelo Governo do Estado nas regiões. 
As primeiras audiências já foram realizadas nas regiões de Itaporanga e Princesa Isabel e seguem até o mês de junho.O Governo do Estado realizará 17 grandes plenárias em todo o Estado.
Secom-PB 

Postar um comentário

0 Comentários