Sem a presença de Lula, PT oficializa candidatura à Presidência nesta quinta

 

O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializa nesta quinta-feira (21) a chapa que disputará a Presidência da República. Durante convenção nacional, em São Paulo, sua convenção nacional o partido lança o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que terá como vice o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB).

O evento está previsto para ocorrer em um hotel da capital paulista às 9h30, sem a presença de Lula, que cumpre agenda no Nordeste. Depois, às 11h30, será realizado um encontro da federação formada pelo PT, PCdoB e PV. A candidatura de Lula também tem o apoio do PSB, do Solidariedade e da federação formada pelo PSOL e pela Rede.

O nome de Alckmin como vice será oficializado em convenção do PSB marcada para 29 de julho, em Brasília. O primeiro turno está marcado para 2 de outubro.

Em 2022, será a sexta vez que o petista se candidata à Presidência. Em 2018, ele estava preso em Curitiba e foi impedido de concorrer por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por ter sido condenado em segunda instância sob acusação de corrupção no âmbito da Operação Lava Jato. As condenações foram posteriormente anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e Lula voltou a se tornar elegível.

MaisPB 

Postar um comentário

0 Comentários