Empresário acusado de atropelar e matar motoboy Kelton Marques é preso no Sertão

 

Ruan Ferreira é acusado de matar motociclista após dirigir alcoolizado e em alta velocidade

O empresário Ruan Macário, acusado de atropelar e matar o motoboy Kelton Marques, foi preso na manhã desta sexta-feira (29) após se apresentar na Delegacia de Catolé do Rocha.

O delegado Miroslav Alencar explicou que foi cumprido o mandado de prisão e ele foi interrogado sobre o homicídio, mas permaneceu calado.

O acusado foi encaminhado para o Presídio de Catolé do Rocha e sua prisão foi comunicada ao Poder Judiciário.

Kelton Marques, motociclista, faleceu no cruzamento entre a Avenida Flávio Ribeiro Coutinho e a Rua Mirian Barreto Sobrinho, no dia 11 de setembro do ano passado, quando um condutor em alta velocidade passou no sinal vermelho e colidiu na vítima.

Kelton foi atingido pelo carro conduzido por Ruan no Retão de Manaíra, em João Pessoa. O condutor circulava com o veículo a mais de 160km/h.

O suspeito, Ruan Ferreira de Oliveira estava foragido desde o dia 12 de setembro, dia seguinte a colisão. Ele teve mandado de prisão preventiva expedido pela justiça, mas não se apresentou. Sua defesa chegou a pedir a revogação do pedido, mas a solicitação foi negada pela Justiça da Paraíba e pelo Superior Tribunal de Justiça.

Assista:

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários