Ciro promete acabar reeleição e ataca Lula e Jair Bolsonaro

 

O PDT oficializou na tarde desta quarta-feira (20), durante convenção em Brasília, a candidatura do ex-ministro Ciro Gomes à Presidência da República para as eleições deste ano. Durante o seu discurso, Ciro prometeu como uma de suas primeiras ações de governo, caso eleito, acabar com o que ele chamou de “maléfico processo de reeleição”.

O presidenciável também não poupou críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e aos ex-presidentes que antecederam o atual gestor como Lula, que também disputará o pleito. Para o cearense, “todos fazem parte de um mesmo sistema que vem controlando a política brasileira nas últimas três década”.

“No banquete para os ricos e restos para os pobres, Collor preparou a cozinha, Fernando Henrique serviu a mesa, e Lula temperou a comida. Dilma, Temer e Bolsonaro apenas requentaram o prato”, destacou.

Ainda segundo Ciro, o próprio Bolsonaro, a quem ele fez críticas mais contundente,  também é uma cria do petismo.

“Bolsonaro é produto da construção magoada e iludida do povo brasileiro machucado pela mais grave crise econômica e o mais grave escândalo de ladroeira levado ao centro de poder pelo Lula e o petismo.  O Brasil está nessa situação porque a esquerda de goela e direita foram cumplices do mesmo modelo”, afirmou.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários