TRE barra mudança de domicílio eleitoral a Moro e dificulta candidatura do ex-juiz

 

Foto: Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) rejeitou, nesta terça-feira (7), a transferência do domicílio eleitoral ao ex-juiz Sérgio Moro (União Brasil) para São Paulo. Com isso, Moro fica impedido de concorrer a eleição para deputado federal ou outro cargo eletivo por São Paulo.

O placar está por quatro votos dois. Resta apenas um voto, mas o que já foi decidido é suficiente negar o domicílio ao ex-ministro da Justiça. Ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.

A decisão do TRE-SP se deu em julgamento do recurso do diretório municipal do PT contra a decisão da 5ª Zona Eleitoral, que aprovou o pedido de transferência de domicílio eleitoral.

Os petistas argumentam que o ex-ministro do governo Jair Bolsonaro (PL) não possui vínculo profissional em São Paulo e ainda teria apresentado o endereço de um hotel para comprovar vínculo residencial. Além disso, apontam que Moro foi indicado a vice-presidente de um órgão de direção partidária do estado do Paraná dois meses antes de requerer a transferência para São Paulo.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários