Novo apelo do papa contra a guerra: “Não levem a humanidade à ruína”

 

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Após a oração do Regina Coeli neste domingo na Praça São Pedro, o Papa Francisco recordou que em Pentecostes, o sonho de Deus sobre a humanidade tornou-se realidade; cinquenta dias após a Páscoa, povos que falam línguas diferentes se encontraram e se entenderam.

Mas agora, – disse Francisco – cem dias após o início da agressão armada contra a Ucrânia, sobre a humanidade desceu novamente o pesadelo da guerra, que é a negação do sonho de Deus: povos em confronto, povos que se matam uns aos outros, povos que, em vez de se aproximarem, são expulsos de suas casas.

Papa: E à medida que a fúria da destruição e da morte se acende e os confrontos se ampliam, alimentando uma escalada que é cada vez mais perigosa para todos, renovo meu apelo aos responsáveis pelas nações: por favor, não levem a humanidade à ruína! Não levem a humanidade à ruína, por favor!

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Francisco pediu que se realizem negociações reais, negociações reais para um cessar-fogo e para uma solução sustentável.

– Que o grito desesperado do povo que sofre seja ouvido – nós o vemos todos os dias na mídia – que a vida humana seja respeitada e que seja detida a macabra destruição de cidades e vilarejos no leste da Ucrânia. Por favor, continuemos a rezar e a nos comprometermos pela paz, sem nos cansarmos – conclamou o papa.


PARAIBA ONLINE COM ASCOM

Postar um comentário

0 Comentários