Libertadores: Flamengo ganha com golaço e adeus de Andreas Pereira

 

Foto: Ascom/conmebol

Foto: Ascom/conmebol

LETÍCIA MARQUES
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Os dias do Flamengo antes da Libertadores pareciam tranquilos, no entanto, um surto de Covid-19 agitou o ambiente na viagem para Colômbia, onde enfrentou o Tolima, pelas oitavas.

Nesta quarta-feira (29), com um roteiro de cinema para o autor do gol, o Flamengo superou as adversidades e venceu por 1 a 0, com um chute no ângulo de Andreas Pereira.

O personagem da partida já era Andreas, que fazia o seu último jogo pelo clube, e ganhou ainda mais protagonismo com uma despedida memorável.

O meia marcou um golaço ainda no primeiro tempo e garantiu a vitória -o seu primeiro em Libertadores. Mais uma boa atuação do belga-brasileiro que se consolidou como titular há nove jogos. O adeus aconteceu em grande estilo.

O gol de Andreas deu continuidade a invencibilidade rubro-negra fora de casa na Libertadores. São 12 partidas sem perder: nove vitórias e três empates. Além disso, o Flamengo está invicto nesta temporada: seis vitórias e um empate.

Com o resultado, o Flamengo se assegura na leve vantagem para decidir no Maracanã. O jogo de volta está marcado para quarta-feira (06), às 21h30.

O Flamengo começou o primeiro tempo no controle da partida, apesar de ceder algumas chances ao Tolima e da dificuldade de acelerar o jogo com três volantes.

O lado direito com Éverton Ribeiro e Rodinei foi um dos destaques, enquanto Filipe Luís sofreu para lidar com o lado esquerdo. Após o gol, o clube carioca mudou a postura, chamou o adversário e, por sorte, foi para o intervalo com superioridade no placar.

Logo no início do segundo tempo, o Flamengo sacou Diego Ribas e colocou Ayrton Lucas, mudando um pouco a formação da equipe.

As entradas de Lázaro e Marinho aconteceram na tentativa de acelerar mais o jogo e ter domínio na saída de bola. Tentando acertar o contra-ataque, o Flamengo foi consistente na defesa, que teve destaque na parte final.

O primeiro tempo foi marcado com um Tolima conectando muitas bolas diretas para Caicedo, referência no ataque, dando trabalho ao David Luiz que tentava antecipar.

O lado direito dos colombianos entrou em ação para se aproveitar de Filipe Luís. A dupla entre Garcia e Caicedo deu trabalho ao goleiro Santos, que precisou trabalhar.

As alterações para o segundo tempo, inclusive, trocando todos os homens de ataque, não surtiram efeito. O Tolima apresentou dificuldade de criação e se aproveitou dos erros individuais do Flamengo para apresentar algum susto, no entanto, parou na defesa rubro-negra.

TOLIMA
Alexandex Domínguéz, Leider Riascos, Julián Quiñones, José Moya, Junior Hernández, Bryan Rovira, Rodrigo Ureña (Gustavo Ramírez), Luis Miranda (Meléndez), Raziel García (Cataño), Jeison Lucumí e Juan Caicedo (Rangel). T.: Hernán Torres.

FLAMENGO
Santos, Rodinei (Matheuzinho), David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís (Lázaro), Diego Ribas (Ayrton Lucas), Thiago Maia, Andreas Pereira, Everton Ribeiro (Marinho), Arrascaeta e Gabi (Pedro). T.: Lucas Silvestre.

Estádio: Manuel Murillo Toro, em Ibagué (COL)
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Túlio Moreno (VEN)
VAR: Andrés Cunha (URU)
Cartão amarelo: Andreas Pereira, Diego Ribas, Gabigol e David Luiz (DLA); Riascos e Raziel García (TOL)
Gol: Andreas Pereira (FLA), aos 17’/ 1ºT);

PARAIBA ONLINE COM FOLHAPRESS

Postar um comentário

0 Comentários