Embaixada admite erro sobre corpos terem sido encontrados e pede desculpas

 

Bruno e Dom, desaparecidos na Amazônia - Foto: reprodução/TV Globo

A Embaixada do Brasil no Reino Unido pediu desculpas nesta terça-feira (14) à família do jornalista britânico Dom Phillips, desaparecido na Amazônia, por ter dito que o corpo do profissional da imprensa e do indigenista brasileiro Bruno Pereira haviam sido encontrados.

Ontem, um representante da embaixada ligou para o cunhado e a irmã de Phillips para dizer que os corpos tinham sido achados amarrados a uma árvore. A informação foi, então, divulgada à imprensa pela mulher do jornalista, Alessandra Sampaio.

Depois, porém, a Polícia Federal negou que eles tivessem sido encontrados. A associação indígena Univaja, que denunciou os desaparecimentos há mais de uma semana na região do Vale do Javari, no Amazonas, também não confirmou.

Nesta terça, o embaixador enviou a mensagem de retratação à família. “Estamos profundamente sentidos que a Embaixada tenha passado uma informação à família ontem que não se provou correta”, diz trecho da mensagem, segundo o jornal britânico “The Guardian”.

MaisPB com G1 

Postar um comentário

0 Comentários