Vítimas de rompimento de reservatório continuam internadas no Trauma de CG

 

Duas pessoas que ficaram feridas no rompimento de um reservatório de água no município de Pocinhos permanecem internadas no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa nesta quinta-feira (26). Conforme a unidade hospitalar, o quadro clínico do homem de 22 anos e da adolescente de 17 anos é considerado estável.

O reservatório estourou no início da manhã dessa quarta-feira (25), destruindo cinco casas, deixando quatro pessoas feridas e ao menos sete famílias desabrigadas.

A suspeita é de que as chuvas tenham provocado aumento no volume de água armazenado no reservatório e o rompimento do açude. A Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) enviou uma equipe de técnicos para o município de Pocinhos.

Ao Portal MaisPB o presidente do órgão, Porfírio Loureiro, afirmou que o reservatório não era um açude e não era monitorado pela Aesa. Em contato com a reportagem, a prefeita Eliane Galdino lamentou o ocorrido e anunciou uma força-tarefa para evitar novos acidentes. Ela disse que equipes estão na região monitorando os demais reservatórios e barragens.

As famílias afetadas com o incidente foram relocadas para um ginásio e vão ter casas reconstruídas pela gestão.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários