Prefeitura de Cabedelo entrega cartões aos inscritos no Programa Alimentar

 



Iniciativa atinge mais de 400 famílias, em um investimento de R$ 50 mil em benefícios; meta é alcançar mil pessoas

A Prefeitura Municipal de Cabedelo (PMC), por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), realizou, nesta quinta-feira (19), na quadra Campina da Vila, a entrega dos cartões para cidadãos já cadastrados no Programa Alimentar Cabedelo.

Nesse primeiro momento foram entregues os primeiros 452 cartões do programa e a Prefeitura continua cadastrando pessoas aptas a receber o benefício. A meta é alcançar mil famílias beneficiadas.

O programa Alimentar Cabedelo é uma iniciativa que tem por objetivo conceder um auxílio a grupos familiares em situação de vulnerabilidade social. Nesta primeira fase, a Prefeitura investiu cerca de R$ 50 mil, e cada família beneficiada terá direito ao valor de R$ 50/ mês cada. Os cartões estarão liberados para uso já a partir desta sexta-feira (20) e deverão ser usados nos estabelecimentos previamente cadastrados

“Minha vontade em investir e instituir esse cartão no município partiu da constatação do nível de dificuldade que o país tem enfrentado. Uma situação que atinge a todos, em alguma escala, mas principalmente aos mais necessitados, pois vai do aumento do combustível ao gás de cozinha e, sobretudo, os itens que compõem a feira. Nossa intenção, desde a instituição do programa, foi pensar numa forma de ajudar essas famílias, porque não existe nada pior que assistir as pessoas passando necessidade”, declarou o prefeito Vitor Hugo Castelliano.

O critério para a seleção levou em conta a vulnerabilidade social de cada família, como análise de quantidade de filhos e quantos membros recebem o Bolsa Família do Governo Federal. O Cartão Alimentação será válido nos estabelecimentos cadastrados para compra de itens pertencentes à cesta básica.

“O Programa Alimentar Cabedelo é uma iniciativa da gestão que surge para responder a algumas demandas relativas à aquisição de itens alimentares por parte da população em situação de vulnerabilidade social. Cabedelo, assim como outras localidades país afora, apresenta casos de famílias que têm dificuldades em manter um nível de segurança alimentar aceitável e cabe ao poder público, na medida do possível, contribuir para minorar esse quadro. Serão R$ 50 mil/mês investidos na economia do município que, além de ajudar as famílias, também vai movimentar os mercadinhos locais”, explicou a secretária de Assistência Social, Cynthia Denize Cordeiro.

Para se cadastrar, a família que se enquadra nos critérios deve procurar a Semas, localizada à rua Heitor Gusmão, nº 21, Centro. Mais informações pelo telefone (83) 3228.6682.

Estabelecimentos cadastrados – Nesse primeiro momento, o programa conta com os seguintes mercadinhos cadastrados: Mercadinho Maranata, no Jardim Manguinhos; Mercadinho Minibox e Mercearia FL, no Jardim Camboinha e Mini Box Sacolão, na Vila Feliz.

“O programa está formatado, cadastramos as famílias e, hoje, estamos entregando o Cartão Alimentação que é o passaporte de acesso ao benefício. Trata-se de uma ajuda simples, mas com certeza contribui, em alguma escala, para que as famílias em situação de vulnerabilidade social consigam adquirir itens básicos para suprir ou complementar suas necessidades alimentares”, concluiu Cynthia.

Andreia Monteiro de Santana, moradora do Portal do Poço e mãe de duas filhas, foi a primeira pessoa a receber o cartão e definiu sua satisfação em ter acesso ao benefício.

“Essa ajuda significa comida na mesa. Significa que, pela manhã, quando minhas filhas pedirem algo para comer eu tenho onde e como comprar, ou quando minha bebezinha estiver sem fralda eu saber que tenho o dinheiro para poder comprar. É uma ajuda e tanto, já que a cesta básica está muito cara. Nunca mais entrou carne lá em casa e agora acredito que vai entrar”, destacou.

Já Edilma Brito de Sousa, moradora de Camboinha, destacou a importância do benefício.

“Para mim é muito gratificante ter acesso a esse benefício. Ele vai ajudar a comprar as coisas para o meu filho nesse momento tão difícil, de tanta carestia. Agradeço muito ao prefeito por essa oportunidade. É pouquinho, mas pra mim vale muito. Para quem está desempregado, então, está ótimo”, comentou.


PBAGORA

Postar um comentário

0 Comentários