Morador tem coluna cervical fraturada após rompimento de reservatório

 

Um reservatório de água estourou na manhã desta quarta-feira (25) no município de Pocinhos, Agreste paraibano, provocando a destruição de pelo menos quatro casas.

O Corpo de Bombeiros de Campina Grande e Samu foram acionados para o local. Pelo menos quatro pessoas com ferimentos foram socorridas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina.

Todas chegaram à unidade hospitalar conscientes e orientadas e passarão por avaliação médica. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, um jovem de 22 anos sofreu uma fratura na coluna cervical e ficará internado. Os demais pacientes serão liberados após passar por observação.

A suspeita é de que as chuvas tenham provocado aumento no volume de água armazenado no reservatório e o rompimento do açude. A Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) enviou uma equipe de técnicos para o município de Pocinhos.

Ao Portal MaisPB o presidente do órgão, Porfírio Loureiro, afirmou que o reservatório não era um açude e não era monitorado pela Aesa. A partir do relatório emitido pelos técnicos, ele explicou que deve ter mais informações sobre o caso.

Em contato com a reportagem, a prefeita Eliane Galdino lamentou o ocorrido e anunciou uma força-tarefa para evitar novos acidentes. Ela disse que equipes estão na região monitorando os demais reservatórios e barragens.

A gestora anunciou que as famílias afetadas com o incidente serão relocadas para um ginásio e vão ter casas reconstruídas pela gestão.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários