Meteorologistas alertam municípios da Paraíba para chuvas intensas

 



A ocorrência de fortes chuvas na Paraíba que vem causando danos não é a que tudo indica, um problema somente do estado, mas de todo o Nordeste e tal avaliação vai ser analisada por meteorologistas dos nove estados do Nordeste que vão se reunir por videoconferência, hoje, para fazer a previsão do tempo para o inverno, que começa oficialmente no próximo dia 21 de junho.

O deslocamento de uma frente fria sobre o litoral da Bahia, associada a alta convergência de umidade vinda do Oceano Atlântico, vem favorecendo a ocorrência de fortes chuvas no norte da região Nordeste, como explica o meteorologista Heráclio Alves. Outro alerta veio por parte do meteorologista Flaviano Fernandes, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), onde cita que algumas áreas da Paraíba devem se preparar para temperaturas abaixo de 15°C.

Já em meados de maio, as temperaturas começaram a diminuir na Paraíba. Na capital, a sensação térmica e a temperatura estão caindo, ao passo que a umidade está crescendo. Segundo o meteorologista do Inmet, “estamos no período chuvoso do setor leste. Esse período chuvoso vai de abril até julho, podendo se estender até agosto. As chuvas mais intensas nesse período são devidas ao sistema conhecido como Ondas de Leste ou Distúrbio Ondulatório de Leste”, disse Flaviano Fernandes.

Já a meteorologista da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), Marle Bandeira, que vai participar da videoconferência com os meteorologistas do Nordeste, “o inverno no estado este ano está dentro da média dos anos anteriores, mas só vamos nos aprofundar nessa previsão durante a videoconferência.” A informação quanto à estação do frio no estado também foi confirmada por Flaviano Fernandes, do Inmet, que afirmou que a previsão para 2022 “é de um inverno com temperaturas dentro da média.”

Recomendações
O Inmet orienta que a população de áreas afetadas pelas chuvas não se abrigue debaixo de árvores, nem estacionem veículos próximos a torres de transmissão ou placas de propaganda. Se possível, também é recomendado que se desligue aparelhos elétricos e o quadro geral de energia. O Inmet pede, ainda, que a população evite enfrentar o mau tempo e observe alterações nas encostas.

Em caso de inundação ou similar, a orientação é utilizar sacos plásticos para proteger pertences da água. Situações de emergência devem ser comunicadas ao Corpo de Bombeiros (telefone 193) ou Defesa Civil (telefone 199).

PBAGORA

Postar um comentário

0 Comentários