Inscrições para o Enem 2022 começam hoje

 SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – As inscrições para as provas do Enem 2022 (Exame Nacional do Ensino Médio) começam nesta terça-feira (10) e poderão ser feitas até o dia 21.

A taxa de inscrição, no valor de R$ 85, deve ser paga até o dia 27 de maio. As inscrições devem ser feitas pelo site.

As provas, nas versões impressa e digital, serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro.

Segundo o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pelo exame, pela primeira vez o valor da inscrição poderá ser pago por PIX e cartão de crédito.

Para a segunda opção, haverá cobrança de taxa administrativa no valor de R$ 2,54.

O pagamento da taxa de inscrição também poderá ser feito por meio do tradicional boleto, gerado na página do participante e pago pelos não isentos em bancos, casas lotéricas, aplicativos bancários ou agência dos Correios.

No ato da inscrição, o estudante precisa escolher o idioma, inglês ou espanhol, que prefere responder às questões de língua estrangeira.

No primeiro dia da prova, 13 de novembro, os candidatos responderão a 45 questões de linguagens (40 de língua portuguesa e cinco de inglês ou espanhol), a 45 de ciências humanas, além de fazer a redação.

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

© Marcello Casal jr/Agência Brasil

No segundo dia, 20 de novembro, serão respondidas a 45 questões de matemática e a 45 de ciências da natureza.

Em 2020, o governo Bolsonaro optou por manter a aplicação do Enem mesmo diante da pandemia, apenas adiando a prova para janeiro de 2021.

Na ocasião, a DPU (Defensoria Pública da União) entrou com uma ação para anular a prova alegando que o Inep havia mentido sobre as regras de segurança para aplicação da prova.

O Inep havia informado à Justiça que as salas de prova teriam lotação inferior a 50%, mas as salas foram mantidas com lotação de 80%. O Inep não quis comentar o caso naquele ano.

O Enem de 2021, que aconteceu no fim de novembro, foi precedido por uma crise no Inep. Faltando menos de 20 dias para a prova, servidores deixaram os cargos e denunciaram o então presidente do instituto, Danilo Dupas Ribeiro, por assédio moral.

Os funcionários que se demitiram eram os coordenadores de Logística da Aplicação e o de Exames para Certificação. Ao todo, 35 servidores deixaram os cargos antes da realização da prova, alegando terem sido constrangidos a participar de ações das quais discordavam, segundo a Assinep (Associação de Servidores do Inep).

A prova do Enem 2020, que aconteceu em um dos piores momentos da pandemia da Covid-19. Para se ter uma ideia, três dias antes do primeiro dia de provas o Brasil registrou mais de 69 mil casos de covid em apenas 24h.

Na ocasião, o país somava mais de 200 mil mortos. Candidatos relataram ter de escolher entre a segurança e realização da prova, em especial aqueles que viviam com idosos.

As duas últimas provas do Enem (2020 e 2021) foram também as primeiras a ter o formato digital, que já nasceu sob suspeita devido a sua execução em meio à pandemia. A prova digital de 2021, por exemplo, teve taxa de abstenção de 50,1%.

O Enem 2021 teve o menor número de participantes em 17 anos. A taxa de abstenção geral foi de 29,9%, o que representa cerca de 930 mil candidatos, deixando a edição com pouco mais de 2,1 milhão de participantes.

Além da abstenção da prova digital, a prova impressa registrou ausência de 29,5% dos candidatos.

O então ministro da Educação Milton Ribeiro classificou o exame como um sucesso.

Ribeiro acabou pedindo demissão após áudio revelado pelo jornal Folha de S.Paulo apresentar indícios de um suposto esquema informal de obtenção de verbas envolvendo pastores sem cargo público, incluindo pagamento de propina.

O esquema seria operado por pelo menos dois pastores ligados ao presidente Jair Bolsonaro, Gilmar Santos e Arilton Moura.

As verbas da pasta eram priorizadas para gestores e prefeitos que fossem próximos de Santos e Moura e ligados ao centrão, respectivamente.

CONFIRA O CRONOGRAMA
Inscrições: 10 a 21 de maio
Pagamento da inscrição: 10 a 27 de maio
Pedido de atendimento especializado: 10 a 21 de maio
Pedido de tratamento pelo nome social: 23 a 28 de junho
Provas: 13 e 20 de novembro


PARAIBA ONLINE COM FOLHAPRESS

Postar um comentário

0 Comentários