TCU investiga se Moro influenciou alvos da Lava Jato a contratarem consultoria de empresas dos EUA

 

Foto: Reprodução




Relatório do setor de inteligência do Tribunal de Contas da União (TCU) aponta indícios de que o ex-juiz Sérgio Moro teria influenciado empresas investigadas na Lava Jato a contratar empresas de consultoria dos Estados Unidos como condição para homologar acordos de leniência, informa a CNN Brasil.
Entre essas empresas, estaria a Alvarez & Marsal, que contratou Moro após ele deixar de ser juiz federal e, em seguida, o Ministério da Justiça. Em nota, Moro disse que as acusações são falsas e que tem o objetivo de interferir no processo eleitoral.


Segundo a CNN, as suspeitas são investigadas pelo Ministério Público junto ao TCU e o relatório final poderá ser encaminhado para o Ministério Público Federal e pode acabar no Judiciário.
Na quinta-feira (31), Moro anunciou que estava deixando o partido Podemos e ingressando no União Brasil. Sua mudança de legenda implicaria, ainda que momentaneamente, na desistência de sua candidatura à Presidência da República. Em princípio, ele deve concorrer a deputado federal.



Portal WSCOM com 247


Postar um comentário

0 Comentários