Galdino diz que ‘governo não é refém’ da candidatura de Aguinaldo

 

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (Republicanos), afirmou na tarde desta segunda-feira (04) que o “governo não está refém” e “não tem um só candidato” ao Senado, numa referência de que apenas o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP) poderia compor chapa com o governador João Azevedo (PSB).

“Tem outros grandes nomes. Tem o ex-senador Raimundo Lira, tem Wilson Santiago. Só no Republicanos temos esses grandes nomes. Mas o PSB tem nomes, outros partidos também. A preocupação com o senador é uma preocupação menor. Porque o governo tem muitas opções. Quem quer ser candidato, coloque nome na rua e busque viabilidade eleitoral”, disse Galdino em entrevista à TV Diário do Sertão.

O parlamentar não descartou, inclusive, disputar o cargo de vice governador. “Meu projeto é continuar deputado estadual. Mas, sou um político de grupo. Se houver convite e se o grupo achar que vou somar, aceitarei sim compor a chapa na condição de vice”, frisou.

Galdino disse que apensar de não ser sua disposição disputar o Senador, o presidente afirmou que “é atrevido” e pode ir sim para disputa. Ele lembrou, no entanto, que há um entrave, caso fosse para disputa. “Temos um complicador que é o apoio a Efraim Filho. Mas, se não fosse isso eu iria arregaçar as mangas e compor a chapa com João”, pontuou.

Adriano reagiu, ainda, às críticas da senadora Daniella Ribeiro (PSD), que apesar de ser irmã de Aguinaldo Ribeiro, garante ser oposição ao governo. “É uma contradição de quem quer ser candidato a senador e quer apoio do governo. Fica pregando união, mas não faz o dever de casa. Se dentro de casa não tem união, ele pode cobrar união? Claro que não”, destacou.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários