Deputado Adriano Galdino: “Na política nada é inimaginável”

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Ao acompanhar o governador João Azevedo na visita que ele fez a Campina, quinta-feira última, o deputado-presidente Adriano Galdino (REP) comentou que “o tempo normal de se definir chapa majoritária é próximo às convenções, que começam em 15 de julho e vão até 5 de agosto”.

Confrontado com a hipótese de disputar a vaga para o Senado na chapa de João, Galdino respondeu que “na política, nada é inimaginável. Mas não é uma pretensão minha, não é uma coisa pensada ou planejada por mim”.

Ainda conforme Adriano, “esta história surgiu há alguns dias muito mais pela inércia e pela falta de coragem ou de decisão de alguns que estão postulando ser candidato a senador, mas até agora não têm se mostrado ou se movimentado”.

“Neste vácuo – prosseguiu o deputado – começam a surgir especulações. E numa dessas especulações colocaram o meu nome. Mas isso não partiu de mim nem do Republicanos. Começou com os articulistas políticos. E diante da omissão e do vazio político, a coisa começou a ganhar corpo. Mas são só narrativas e especulações”.

Adriano não deu relevância à especulação sobre uma eventual ´ré´ do Republicanos na direção do governador: “Não sei se o ´foguete´ (Efraim Filho) vai dar curva ou ré. O que sei é que nós temos um compromisso com o candidato a senador Efraim e esse compromisso está mantido”.

O presidente da ALPB preferiu não fixar prazo de espera por parte do seu partido com relação à indefinição do PP em se lançar na disputa para o Senado: “Esta discussão não está em nível de Republicanos. Esta conversa está mais em nível de governador. Mas acho que quem quer ser candidato, a primeira coisa é dizer que é candidato, e não ficar esperando que fulano ou sicrano dizer que lhe apoia”.

*com informações da coluna Aparte, assinada pelo jornalista Arimatéa Souza


PARAIBA ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários