Romero Rodrigues: “O momento é de se reequilibrar da rasteira que levei”

 

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

Foto: Leonardo Silva/Paraibaonline

Durante a solenidade de filiação ao PSC, o ex-prefeito de Campina Grande Romero Rodrigues reafirmou que infelizmente foi vítima de um golpe baixo e que não tem essa prática.

Corroborando o argumento, o ex-presidente do PSD/PB afirmou que tanto isso é verdade que ele recebeu diversas ligações e convites de vários partidos que colocaram seus quadros à sua disposição.

“Eu recebi ligação do presidente Bolsonaro, de Bruno Roberto me convidando ao PL, de Efraim para ir para o União Brasil, do Patriota. Enfim, diversos dirigentes que se manifestaram com apoio e respeito ao meu nome depois do ocorrido”, mencionou.

“O momento é de se reequilibrar depois de uma rasteira que sofri de pessoas que eu ajudei tanto. Houve até comentários de que eu estava trabalhando para tirar o partido de Eva (Gouveia), mas foi justamente ao contrário”, criticou.

“Quero deixar aqui registrado o meu agradecimento ao meu saudoso amigo Rômulo Gouveia, porque foi por ele que eu estava fortalecendo esse partido (PSD)”, cravou Romero para emendar: “Sobre isso (mudança no comando do PSD) eu não quero nem falar mais. O momento agora é de seguir em frente com serenidade, tranquilidade e recompor o que vamos construir futuramente”.


PARAIBA ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários