Criança com sinais de espancamento morre em João Pessoa

 

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Um menino de um ano e quatro meses morreu, por volta das 7h20 desta quinta-feira (31), no Hospital de Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, após chegar com sinais graves de espancamento.

De acordo com o diretor da unidade hospitalar, Laércio Bragante, a criança estava respirando com ajuda de aparelhos e chegou ao hospital com múltiplas lesões, antigas e recentes, assim como marcas de queimaduras de cigarro, contusões no tórax, abdômen, membros e principalmente na cabeça, o que leva a crer que a criança sofreu golpes repetidos que a levou a óbito.

Laércio pediu que as autoridades promovam algum tipo de ação no sentido de proteger as crianças, para que esse tipo de caso não ocorra novamente.

De acordo com o conselheiro tutelar Ricardson Dias, o esforço no momento será voltado para a proteção das outras crianças que vivem com a mãe do menino que faleceu. São duas crianças, uma de quatro meses e outra de quatro anos.

Ele ainda disse que a mãe será encaminhada para acompanhamento psicológico e psiquiátrico, pois ela relatou que passa por um ciclo de violência doméstica há um tempo.

A vizinha da família relatou que os episódios de violência da mãe contra os filhos são frequentes. Também contou que ouviu a mãe, ao ser repreendida pelo companheiro, afirmar que batia na criança, pois “o filho é dela”.

Entenda o caso

A mãe do menino que faleceu, Carolina da Silva, tem entre 25 e 28 anos, mora no bairro Jardim Veneza, em João Pessoa, e na noite dessa quarta-feira (30) levou o filho na UPA de Cruz das Armas dizendo que a criança tinha caído da cama.

A criança chegou em uma situação muito grave e foi transferida da UPA de Cruz das Armas para o Hospital de Trauma de João Pessoa, onde foi internada na UTI pediátrica, mas veio a falecer nesta quinta-feira (31).


PARAIBA ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários