Robinho é alvo de mandado de prisão internacional pela Justiça italiana

 

Foto ilustrativa

O Ministério da Justiça da Itália emitiu um mandado de prisão internacional para o jogador Robinho, ex-atacante do Milan e da Seleção Brasileira. Robinho foi condenado por estupro pelo principal tribunal do país.

Robinho mora no Brasil. Por lei, o país não extradita seus cidadãos, o que significa que ele só seria preso se viajasse para o exterior.

O caso aconteceu em um boate de Milão, na madrugada de 22 de janeiro de 2013. A vítima é uma mulher albanesa que, na época, comemorava seu aniversário de 23 anos.

Além de Robinho e Ricardo Falco, amigo do jogador, outros quatro brasileiros foram denunciados por terem participado do ato.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários