Exército russo toma controle da Usina de Chernobyl, na Ucrânia

 

As forças russas tomaram controle da Usina de Chernobyl, na Ucrânia, nesta quinta-feira (24). A informação foi repassada por um assessor da presidência ucraniana.  A usina foi tomada após invasão do exército russo, que entrou na Ucrânia pela fronteira ao norte com Belarus.

O presidente Volodymyr Zelensky declarou, no início da tarde desta quinta, que forças ucranianas estavam lutando para impedir que a Rússia capturasse a antiga usina nuclear.

“As forças de ocupação russas estão tentando tomar Chernobyl [Central Nuclear]. Nossos defensores estão sacrificando suas vidas para que a tragédia de 1986 não se repita”, tuitou Zelensky.

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia também havia se pronunciado dizendo que um ataque russo à Ucrânia poderia “causar outro desastre ecológico”.

“Em 1986, o mundo viu o maior desastre tecnológico em Chernobyl”, tuitou o ministério. “Se a Rússia continuar a guerra, Chernobyl pode acontecer novamente em 2022.”

Em outros lugares, partes da região de Kherson, no sul da Ucrânia, não estavam mais sob o controle de Kiev, disse a administração regional, enquanto as forças russas atacavam por terra, mar e ar.

O prefeito da capital, Kiev, disse que quatro estações de metrô serão usadas como abrigos antiaéreos.

Já a liderança ucraniana local na região separatista de Donetsk disse que as forças russas atingiram um hospital local, matando quatro pessoas.

MaisPB com CNN 

Postar um comentário

0 Comentários