João prevê solução com PM e receita “chá de maracugina” para adversários

 

O governador João Azevêdo (Cidadania) afirmou na manhã desta segunda-feira (10) que até o fim da semana o Estado conseguirá resolver o impasse com as forças de segurança. Na última quinta-feira (06), o governo acatou a contraproposta das entidades e anunciou a incorporação da 100% da bolsa desempenho em até 48 meses.

Azevêdo, no entanto, apontou aproveitamento político de adversários da situação. Para o governador, “algumas pessoas começam a tentar desestabilizar com o objetivo de criar desgastes à gestão”.

“Fazer com que esse estado criasse um novo ambiente incomoda muita gente. Temos discussões mentirosas. Pessoas que criaram o problema da segurança, como a bolsa desempenho, hoje colocam a condição de que o estado não resolve a bolsa porque não quer. A diferença é que o estado fez a proposta e vamos resolver de forma definitiva, incorporando 100% da bolsa no salário”, disse.

O governador ressaltou que é necessário separar o que é verdade do que é mentira nesse processo de reivindicação dos policiais.

“Você tem um grupo de pessoas que tenta se aproveitar disso. É importante que tenhamos essa leitura de separar o que é verdade e o que é mentira. O que está sendo colocado como fake news, para eles, chá de maracugina”, receitou.

MaisPB

Postar um comentário

0 Comentários