Candidato a presidente da OAB-PB propõe sintonia e união entre órgãos

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

O advogado e professor de Direito, Harrison Targino, afirmou que não se furtou ao destino e lançou seu nome como candidato a presidente da OAB Paraíba. Ele disse que pretende, se eleito, manter uma gestão participativo, inclusivo e democrático e levar esse modelo de gestão para toda a Paraíba.

Natural de Campina Grande, Harrison destacou que, se eleito, será o primeiro campinense presidente da OAB Paraíba em 30 anos, já que o último campinense a ocupar o cargo foi Vital do Rêgo. Ele ainda disse que é o professor de Direito mais antigo da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em Campina Grande.

“Eu recebi minha carteira das mãos do professor Vital do Rêgo. Vital era meu professor na faculdade de Direito em Campina Grande e, quando foi eleito presidente da OAB, veja as coincidências do destino, terminei recebendo das mãos de um campinense a carteira de advogado”, colocou.

O advogado frisou que, para a presidência do órgão em Campina Grande, está apoiando a candidatura de Rodrigo Rabelo. Ele ainda considerou que é preciso transpor as barreiras e formar uma unidade e sintonia entre a OAB Paraíba e a OAB Campina Grande, pois ninguém sai ganhando com o que chamou de “rinha”.

De acordo com Harrison, o seu modelo de gestão que presta um serviço qualificado e de proximidade com a advocacia de toda a Paraíba Ele citou que para ter acesso a todas as suas propostas, basta procurar as suas redes sociais e analisar, criticar ou sugerir novas propostas.

“Como campinense, me vejo abrindo as portas para tantos colegas de nossa terra e de nossa região de modo a fazer com que a OAB possa ser cada vez mais inclusiva e considerar Campina como natural espaço de exercício de atuação na OAB”, pontuou.


PARAIBA ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários