Comandante destaca número de casos alarmante de furtos de cabos em CG

 

Foto: Paraibaonline

Foto: Paraibaonline

Os furtos de cabos de internet e energia estão cada vez mais comuns, e Campina Grande não é uma exceção ao fato.

O comandante do 10º Batalhão de Polícia Militar da cidade, Francimar Vieira, confirmou que nos últimos seis meses foram registradas pelo menos 29 ocorrências de furto no Centro Integrado de Operações (CIOP).

Segundo o comandante, desse número de ocorrências, a polícia conseguiu chegar a nove em situações de flagrante. Ele explicou que foi percebido um padrão no perfil, e que a maioria dos suspeitos está em situação de rua e são dependentes químicos.

“Sempre vi essas pessoas pela Feira Central, no entorno do Açude Velho, no Canal […] Mas, tem aumentado de forma assustadora. São centenas, o número de dependentes químicos aumentou significativamente e isso requer uma ação de muitos órgãos, Secretaria de Saúde, Ação Social, enfim, muitas pessoas perderam o controle das próprias vidas”, lamentou.

Para exemplificar a gravidade da situação, Francimar citou um caso de um homem que estava às 12h em cima de um poste cortando cabos de internet com uma serra, sem sequer se preocupar se as pessoas estavam observando.

– Ele estava totalmente transtornado, queria “torar” o cabo para vender em uma sucata para ter o dinheiro e comprar a maldita pedra de crack, infelizmente essa é a realidade – ponderou.

Ainda de acordo com o comandante, os furtos, no entanto, são a ponta de um iceberg muito maior, tendo em vista que não haveriam caso não houvesse interessados em comprar esses materiais roubados. As investigações, no entanto, seguem no âmbito da Polícia Civil.

“A Polícia Civil instaura o inquérito, inclusive, já existem alguns instaurados, e está sendo solicitado ao judiciário mandados de busca em ferros velhos, oficinas, nesse pessoal que compra esse material. Muitas vezes essas pessoas até encomendam esse material, mas já existe uma ação efetiva e que teremos resultado nos próximos dias, porque enquanto tiver quem compre, eles continuarão furtando esses cabos e causando esses prejuízos enormes”, finalizou.


PARAIBA ONLINE

Postar um comentário

0 Comentários