Ex-presidente da FPF, Amadeu Rodrigues é banido do futebol após julgamento do STJD


Amadeu Rodrigues é mais um que está banido do futebol. Isto ficou decidido nesta quinta-feira (6), após julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), realizado na sede do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo. Além do banimento, o ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF) também foi condenado por artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) com suspensão e multa em dinheiro.
Segundo informações de juristas que estiveram acompanhando o julgamento em São Paulo, os auditores sustentaram a tese de que não havia condições de um esquema de manipulação de resultados funcionar com a participação de membros da Federação Paraibana de Futebol, sem que o presidente da entidade soubesse.
Na sentença, o ex-mandatário foi condenado a 120 dias de suspensão no artigo 234, R$ 10 mil de multa e 360 dias de suspensão pelo artigo 237; R$ 10 mil de multa e banimento com base nos artigos 242 (CBJD), 62 e 69 (Código Disciplinar da Fifa).
Na primeira audiência, realizada no fim do mês passado, a defesa do ex-dirigente conseguiu adiar a decisão dos auditores do STJD, com a justificativa de que testemunhas de defesa precisavam ser ouvidas. Com isso, uma nova sessão foi marcada para ontem com a exibição de depoimentos através de videoconferência, além de vídeos e áudios gravados.
Amadeu Rodrigues foi alvo da Operação Cartola, desencadeada pelo Grupo de Atuação Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que desbaratou uma quadrilha que manipulava os resultados e escalas de árbitros do Campeonato Paraibano de Futebol. Com Raniery Soares do Portal Correio.
 paraiba.com.br

Postar um comentário

0 Comentários