Motoristas devem redobrar cuidados com carro ao viajar no feriadão

Entre os itens a ser verificados estão: a calibragem dos pneus, o nível de óleo do motor e o nível do combustível
   
COMPARTILHE
Motoristas que vão viajar no feriadão de Finados, a partir desta sexta (2), devem avaliar as condições do veículo a ser usado para garantir a segurança durante o trajeto. Entre os itens a serem verificados estão: a calibragem dos pneus, o nível de óleo do motor e o nível do combustível.
Conforme a especialista da empresa Total Lubrificantes, Denise Novaes, o primeiro passo necessário para a manutenção adequada é consultar o mecânico de confiança para uma revisão completa.

Veja itens que precisam ser verificados:

  1. Pneus: realizada desde que não estejam gastos, a verificação serve para sinalizar se há diferenças de pressão no carro carregado e vazio por meio do TWI (Tire Wear Indicator – Indicador de Desgaste do Pneu), que são aquelas saliências entre as ranhuras do pneu.
  2. Óleo e filtro: precisam ser trocados periodicamente, conforme recomendação do fabricante do carro, por km rodado ou tempo de uso. É importante que as substituições sigam as mesmas especificações da montadora. Ou seja, utilize sempre lubrificantes de alto desempenho. A boa prática de manutenção recomenda a substituição do filtro de óleo a cada nova troca do óleo lubrificante.
  3. Combustível e freios: são fundamentais para o funcionamento do carro. No caso do combustível é sempre recomendável o abestecimento em postos de confiança, pois a má qualidade do produto pode formar sujeira e provocar entupimentos. Ir periodicamente à um mecânico de confiança é outra forma de evitar problemas de entupimento por meio de procedimentos de limpeza do sistema de alimentação. Já o sistema de freios tem que ser revisado a cada 10 mil km ou conforme orientação do manual de cada veículo, assim como o fluido do freio.
  4. Arrefecimento: deve seguir a recomendação do fabricante que orienta utilizar produtos normais (minerais) e de longa duração (fluido orgânico – OAT). É importante manter o líquido de arrefecimento do radiador no nível adequado, conforme as marcações (min-máx) do reservatório de expansão para evitar o aquecimento do motor.
  5. Suspensão, bateria e palhetas: precisam ser vistoriadas a cada 10 mil km, incluindo a geometria e o balanceamento. Não podem ficar de fora dessa avaliação os amortecedores, molas, buchas e batentes, inclusive a bateria que desgastam naturalmente com o tempo. Outro item fundamental são as palhetas, que não devem estar tortas e nem com a borracha ressecada.
  6. Painel e lâmpadas: representam as condições do veículo, por isso, em caso de dúvida sobre o significado das luzes, consulte o manual do carro. E jamais viaje com alguma lâmpada queimada. Além de perigoso ainda pode render multa ao motorista.
  7. Itens de emergência: são fundamentais quando imprevistos acontecem. Daí a importância de verificar se todos os componentes básicos de segurança estão no lugar. Entre eles, o triângulo, o macaco, o estepe e a chave de roda.