Tárcio denuncia ‘acordão’ de Leto e Vitor Hugo por renúncia e sinaliza candidatura do PSOL em Cabedelo

Resultado de imagem para Tárcio denuncia ‘acordão’ de Leto e Vitor Hugo por renúncia e sinaliza candidatura do PSOL em Cabedelo

O presidente do PSOL da Paraíba, Tárcio Teixeira, denunciou através de nota um suposto ‘acordão’ entre o agora ex-prefeito de Cabedelo, Leto Viana, e o prefeito interino do município, Vitor Hugo, para uma eventual eleição do interino. Leto renunciou ao cargo de prefeito nesta terça-feira (16).
Tárcio lembrou o empenho do PSOL em denunciar o esquema que passou a ser investigado na Operação Xeque Mate e sinalizou que o partido pode anunciar uma candidatura ao pleito municipal, que deve ser realizado em Cabedelo.
Leia a nota:
‘Acabado de saber da renúncia de Leto Viana, prefeito preso de Cabedelo. Isso cheira acordão da prisão com o interino, poucos dias depois do terceirizado (Victor Hugo) assumir que disputaria novas eleições, vem o prefeito preso pela operação Xeque Mate e apresenta renúncia, não acredito em coincidência na política.
Foi nosso partido, junto com otr@s lutadores sociais, que deu entrada no processo de impeachment, enquanto outros lutaram e lutam para sabotar essa investigação. Como candidato ao Governo eu defendi novas eleições em Cabedelo, só espero que não queiram com essa renúncia livrar Leto, e os demais envolvidos, da investigação em curso na Câmara dos Vereadores.
Não será fácil para os representantes da Operação Xeque Mate, hoje mesmo vou conversar com @s companheir@s do PSOL de Cabedelo, a cidade precisa de uma candidatura que represente a ética e a transformação que Cabedelo merece.
Tárcio Teixeira
Presidente do PSOL/PB’
wscom

Postar um comentário

0 Comentários