Policial militar alvo de operação da Polícia Federal é preso em flagrante

O soldado da Polícia Militar foi preso em flagrante nesta quinta-feira (18) pela Polícia Federal. O PM foi alvo da Operação Jotunheim,, que investiga a venda de anabolizantes em lojas e academias de João Pessoa.
A assessoria de imprensa da PF, porém, não deu detalhes do que teria sido encontrado com o soldado no momento da abordagem ou o que teria motivado a prisão.
O suspeito foi ouvido pelo delegado Bruno Roberto e submetido a exame de corpo de delito. Nesta sexta-feira (19) ele passará por audiência de custódia.
A operação 
A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (18), em João Pessoa, a operação “Jotunheim”, a fim de reprimir o comércio clandestino de medicamentos anabolizantes, sem registro na ANVISA, para praticantes de atividades físicas. O principal investigado é um soldado da Polícia Militar, proprietário de academia na Capital.
A ação de cumprimento das buscas contou com o acompanhamento de equipe da Corregedoria da Polícia Militar. A investigação, desenvolvida pela Polícia Federal, teve início após a apreensão de encomenda postal com grande quantidade de produtos farmacêuticos irregulares, que seriam comercializados em academias de João Pessoa.
A análise química dos produtos apreendidos revelou que se tratavam de medicamentos corrompidos, contendo substância química diversa da indicada no rótulo do medicamento.
O soldado Gomes foi autuado pela Polícia Federal no artigo 273 do código penal e será recolhido para o 1° Batalhão, onde aguardará a audiência de custódia, que acontece amanhã 
MaisPB 

Postar um comentário

0 Comentários