Mamografias são realizadas em livre demanda na Paraíba

Resultado de imagem para Mamografias são realizadas em livre demanda na Paraíba

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) disponibiliza durante todo o mês de outubro, quando é celebrado o Outubro Rosa, mamografias em livre demanda nos serviços de referência. Isso significa que, neste período, as mulheres que tiverem o exame solicitado por seu médico ou enfermeiro podem se dirigir diretamente ao serviço sem precisar passar pela regulação municipal.
“Esta é uma ação importante para garantir agilidade no acesso ao exame. Queremos desconstruir o mito do medo de saber do resultado de um exame por medo do diagnóstico. Existem muitas mulheres que fazem o exame e nunca vão buscar. Não existe prevenção concreta para o câncer de mama, no entanto, a detecção precoce de qualquer sinal da doença aumenta as chances de cura”, comentou a chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da SES, Fátima Moraes.
A Campanha Outubro Rosa acontece em todo país como um incentivo às mulheres, que são as mais acometidas com o câncer de mama, a procurarem as unidades de saúde para realizarem exames de mamografia para a busca da prevenção da doença por meio da detecção precoce.
Serviços – O Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) é o serviço de referência na Paraíba para a detecção precoce do câncer de mama e colo de útero. Nele, a mulher encontra desde a consulta médica especializada com ginecologista e mastologista, como também todos os exames que são necessários para o diagnóstico precoce do câncer como a ultrassonografia, a mamografia, a punção aspirativa por agulha fina, a biópsia de mama, entre outros. Existem, ainda, agregados à estrutura do CEDC, os laboratórios de Citopatologia e de Anatomia Patológica, fazendo com que a mulher já saia do Centro com o resultado do diagnóstico.
Além do CEDC, a mamografia também pode ser feita gratuitamente no Hospital Napoleão Laureano, São Vicente de Paulo, Diagson e Radiomed.
Dados – Na Paraíba, foram registrados, este ano, 162 óbitos por câncer de mama. Em 2017, foram 215 e em 2016, foram 243 óbitos.
Tratamento – Atualmente, os serviços destinados ao tratamento do câncer de mama concentram-se em João Pessoa (Hospital Napoleão Laureano e São Vicente de Paulo); em Campina Grande, na Fundação Assistencial Paraibana – FAP e Hospital Universitário Alcides Carneiro) e em Patos, o Hospital do Bem, inaugurado no último dia 03 de setembro.
Outubro Rosa – O movimento surgiu nos Estados Unidos, na década de 90, e foi adotado pelos demais países para alertar sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, que, somente no Brasil, atinge uma média de 156 mulheres por dia.
O nome da campanha tem referência no laço rosa que é usado desde a 1ª Corrida da Cura, realizada em Nova York, para estimular a participação da população, entidades e empresas na luta contra o câncer de mama. Durante todo o mês, o principal objetivo da campanha Outubro Rosa busca incentivar mulheres com idade entre 40 e 69 anos a fazerem os exames de mamografia para prevenir a doença ou receberem diagnóstico precoce, de modo a aumentar as chances de cura.

wscom

Postar um comentário

0 Comentários