Justiça eleitoral descarta novas eleições para prefeito este ano no município de Cabedelo

O Juiz eleitoral de Cabedelo Antônio Silveira Neto descartou na tarde desta terça-feira (16) a realização de uma nova eleição para prefeito no município ainda este ano.
O magistrado explicou que já existe uma eleição presidencial em curso e, de acordo com uma das regras da Justiça Eleitoral, quando isso acontece, não poder haver uma eleição suplementar.
Antônio Silveira Neto afirmou que só depois da eleição presidencial é que poderá ser marcada uma data para que aconteça a eleição para prefeito de Cabedelo. " E, somando-se a isso, ainda tem ainda que esperar se alguma urna da eleição presidencial desse ano não precisar se auditada", completou.
Entenda o caso: Nesta terça-feira (16), o prefeito afastado de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa, leto Viana (PRP), protocolou o seu pedido de renúncia do cargo. A Operação Xeque-mate, da Polícia Federal e do ministério Público apontaram que Leto, que era vice-prefeito, comprou o posto do seu antecessor, Luceninha (MDB).
“Legislativo, aos poderes constituídos e à população, da minha decisão irretratável de renúncia ao cargo de prefeito constitucional do Município de Cabedelo/PB, a qual passará a surtir seus efeitos legais a partir do protocolo perante esta casa legislativa”, declarou Leto, que está preso desde o dia 3 de abril, em documento.
Quem protocolou a carta-renúncia foi o advogado do agora ex-prefeito, Jovelino Delgado, na Câmara Municipal. O afastamento deve gerar a convocação de novas eleições no município, que atualmente é administrado pelo presidente da Câmara, Vitor Hugo Casteliano (PRB). Esse ponto teria sido crucial para que Leto  tomasse tal decisão.  
"Deixo nas mãos da minha amada terra, a missão de escolher através do voto direto, o novo gestor (a) para administrar o destino da cidade, mediante novas eleições a sere designadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Estado da paraíba. Que Deus nos abençoe sempre!", arrematou no seu texto. 
Paraiba.com.br

Postar um comentário

0 Comentários