Título a Bolsonaro só vai ser votado após as eleições: 'campanha se faz lá fora', diz Tibério


Vereador durante Vereador durante
A Mesa Diretora da Câmara dos vereadores atendeu o pedido de Tibério Limeira (PSB) consultou a Procuradoria jurídica da Casa e determinou que o pedido de concessão do título de cidadão pessoense ao presidenciável, Jair Bolsonaro (PSL), seja analisado apenas após as eleições.
De acordo com Tibério, o pedido feito à mesa foi um apelo à sensatez e equilíbrio. "Que a casa volte a discutir o que precisa e não ficar sendo palco de promoção eleitoral de candidato qualquer que seja. Tibério afirmou ainda que os vereadores estavam cometendo ilegalidade contra ato normativo editado pela própria Câmara, que estabelece a conduta dos vereadores na Casa durante o processo eleitoral.
"É um apelo à sensatez, para voltar a paz, campanha para nossos candidatos, campanha para nossos candidatos, faz lá fora e não aqui", disse.
Tibério também reclamou que a Casa está há dois dias paralisados e enquanto isso tem veto para votar, Projeto de Lei dos vereadores, Projeto do Executivo "e a gente paralisado por conta do extremismo que tomou conta das pessoas no período eleitoral"
Paraiba.com.br 

Postar um comentário

0 Comentários