Seleção enfrenta EUA e inicia ciclo com vitória

(Foto: BRAD PENNER REUTERS)
A seleção brasileira seguiu o roteiro à risca no seu primeiro compromisso após a Copa do Mundo da Rússia. Com um gol de Roberto Firmino aos dez minutos e outro do agora capitão Neymar aos 43 do primeiro tempo, o Brasil superou os Estados Unidos por 2 a 0, no Metlife Stadium, em New Jersey, e ganhou um respiro para iniciar o ciclo visando o próximo Mundial, o que inclui a disputa de mais cinco amistosos em 2018.
Na quinta-feira, em entrevista coletiva, o técnico Tite confessou que ainda guardava um gosto amargo pela prematura saída da Copa da Rússia, nas quartas de final contra a Bélgica. Agora, com a vitória diante da equipe norte-americana, o treinador recomeça seu trabalho à frente da seleção com um resultado positivo.
Antes da derrota para a Bélgica, o Brasil vinha de sete vitórias e um empate em oito jogos neste ano. A boa campanha de Tite até a eliminação na Rússia e seu estilo garantiram ao técnico uma segunda chance. Agora o treinador está de olho na construção do time para disputar a Copa América, em 2019, e futuramente também o Mundial do Catar, em 2022, passando pelas Eliminatórias.
Apesar dos gols de Firmino e Neymar, o primeiro tempo do amistoso trouxe poucos momentos de emoção, com pouca ação no ataque. O primeiro gol saiu após Firmino receber um cruzamento de Douglas Costa pela direita. O segundo veio após pênalti sofrido por Fabinho, que entrou na grande área. Batendo pênalti, Neymar marcou seu 58° gol com a camisa da seleção brasileira.
A seleção dos Estados Unidos levou pouco perigo à defesa brasileira, com os lances mais perigosos surgindo após os 30 minutos do primeiro tempo. Mas o gol dos donos da casa acabou não saindo.
Após começar a partida com dez jogadores que estiveram na Copa da Rússia, Tite usou todas as seis substituições a que tinha direito durante a etapa final. Com isso, novatos como Arthur, Lucas Paquetá, Richarlison e Everton tiveram uma chance. Mas mesmo mais ofensiva, a seleção brasileira não conseguir ampliar o placar, pois teve atuação tímida.
Agora, então, o Brasil voltará a jogar na terça-feira, em Washington, contra a seleção de El Salvador.
Estadão Conteúdo

Postar um comentário

0 Comentários