Presos por crimes eleitorais na Região Metropolitana serão levados para a sede da PF no dia do pleito

Juiz Manoel Abrantes explicou que em outras eleições utilizou-se o Ronaldão (Foto: ClickPB)
Quem cometer crimes eleitorais na área de abrangência das cinco Zonas Eleitorais de João Pessoa e demais zonas dos municípios da Região Metropolitana como Santa Rita, Bayeux e Cabedelo , será levado à sede da Polícia Federal, em Cabedelo, no dia das eleições, em 7 de outubro. É o que ficou definido após reunião dos juízes dessas Zonas Eleitorais da Capital, chefes de Cartórios e representantes das Forças de Segurança, para tratar sobre a logística e segurança das Eleições de outubro.
De acordo com o juiz eleitoral Manoel Abrantes, na sede da PF haverá sete delegados responsáveis por fazer os inquéritos e os termos circunstanciados de ocorrência (TCO). "Nos pleitos anteriores, reservava-se o Ronaldão, mas não tinha essa demanda tão grande. E na Polícia Federal tem um ambiente tranquilo, que comporta uma quantidade muito boa de pessoas, e vão atender à Região Metropolitana", disse Manoel Abrantes. Segundo ele, a PF ficará em alguns pontos, como João Pessoa, Campina Grande, Itaporanga e Patos, e os demais municípios que não façam parte da Região Metropolitana serão atendidos por delegados de Polícia Civil. 
Também ficou proibida a utilização pelos ficais de candidatos e partidos políticos, vestimentas, adereços e acessórios padronizados, a exemplo de cores partidárias, pastas, botons, adesivos e broches. A regulamentação de vestimentas para os fiscais, a atuação dos ficais nas seções eleitorais, bem como o policiamento militar para os locais de votação foram alguns dos temas debatidos pelos magistrados. 
Outros pontos foram, a proibição de aglomeração nos locais de votação, e a permissão de apenas de um fiscal, por partido e coligação, nas seções eleitorais.

Para exercerem suas atividades, os ficais de partidos e coligações deverão se apresentar aos presidentes das mesas receptoras de voto munidos de portaria emitidas por representantes respectivos, legalmente autorizados, devendo estar identificados por crachá, onde conste apenas o nome e a sigla do partido político ou coligação a que sirvam. 
Já os policiais militares deverão se apresentar aos locais de votação no sábado, dia 06 de outubro, para realizarem a segurança das urnas.

clickpb

Postar um comentário

0 Comentários