Pobreza RICA x RIQUEZA Pobre COM EDIR MARCEDO


Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. Mateus 5.3
Mal-aventurados os ricos em espírito, porque deles é o reino do inferno.
Pobreza em espírito não tem nada a ver com a pobreza material, haja vista que há pobres soberbos como há ricos humildes (Zaqueu). A pobreza em espírito trata de um profundo sentimento de humildade (como criança inocente), que reconhece sua miséria espiritual diante da Grandeza de Deus: condição do miserável perdido pecador. Se há esse olhar sincero para o interior, notar-se-á o quanto se depende da misericórdia do Altíssimo para perdoar e salvar.
O Reino dos Céus é dos humildes em espírito. Só o humilde em espírito reconhece e se submete (obedece) à Verdade – A Palavra do Senhor Jesus Cristo.
Aos arrogantes judeus religiosos, o Senhor disse: “…vós não credes porque não sois das Minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito. São os amaldiçoados do inferno neste mundo;
As Minhas ovelhas ouvem a Minha voz, e Eu as conheço, e elas Me seguem…” (João 10.26,27) – São os abençoados do Reino dos Céus.
O humilde de espírito tem consciência de que jamais será salvo por causa das suas obras de caridade ou justiça própria. O que adianta ser justo com poucos e injusto com os demais? Ele sabe que as boas obras não têm poder para compensar os seus pecados.
Portanto, do ponto de vista material, o Reino dos Céus não é para ricos nem para pobres, mas para os sinceros arrependidos. Embora fosse o rei de Israel, Davi entrava na presença do Todo-Poderoso confessando: “Mas eu sou pobre e necessitado…” (Salmo 40.17). Quer dizer, carregava no mais íntimo o reconhecimento que sem Deus não era nada nem ninguém.
FERNANDO COUTINHO SE LIGA CARIRI.COM

Postar um comentário

0 Comentários