PF apreende joias e US$ 1,4 milhões em comitiva de vice-presidente da Guiné Equatorial

Junto a Receita Federal, agentes da Polícia Federal fizeram apreensão de US$ 1,4 milhão e R$ 55 mil em dinheiro e cerca de 20 relógios avaliados em US$ 15 milhões no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). A quantia foi encontrada em uma abordagem aos membros de uma delegação da Guiné Equatorial, que chegou ao Brasil nesta sexta-feira (14).
Nessa comitiva estava o vice-presidente do país, Teodoro Nguema Obiang. Ele também é filho do ditador da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo.
A abordagem ocorreu no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), após desembarque da aeronave B777-200LR, que tinha a bordo 10 pessoas. O vice-presidente Obiang foi recepcionado e, graças ao seu cargo, não passou por inspeção. Entretanto, sua equipe e o restante da comitiva precisou passar por averiguação da Receita Federal.
De acordo com o depoimento de um dos agentes participantes da operação, a quantia em dinheiro encontrada e os relógios estavam em duas malas. Jóias também teriam sido encontradas com os passageiros. Ao todo, a delegação trouxe 19 malas ao Brasil, além de bagagem diplomática, mas nem a PF e nem a Receita divulgou o conteúdo além do que foi informado.

Postar um comentário

0 Comentários