DER realiza serviços de conservação em mais de 300 quilômetros da malha rodoviária


O Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba realiza atualmente serviços de conservação em mais de 300 quilômetros da malha rodoviária estadual, contemplando rodovias do Litoral ao Sertão. Os números da nova operação foram anunciados nesta sexta-feira pela direção do DER, bem como a programação que está sendo executada pelas equipes técnicas das oito Residências Rodoviárias do órgão instaladas nas cidades de Sapé, Itabaiana, Solânea, Campina Grande, Sumé, Patos, Itaporanga e Cajazeiras.
Além de tapa buracos com mistura betuminosa, são executados outros serviços como limpeza da drenagem e sarjetas, capina manual, instalação de sinalização vertical, roço e recapeamento asfáltico em segmentos localizados das rodovias.
Como exemplo deste modelo de atuação, o gerente de Manutenção, engenheiro Armando Ataíde, cita a conservação e manutenção das rodovias PB-386 - Itaporanga/Conceição; a PB-393 - Cajazeiras/São João do Rio do Peixe; PB-238 - Teixeira/Desterro/Taperoá; PB- 250 - Entroncamento da BR-412/Prata/Ouro Velho; PB-293 - Entroncamento da BR-427/Paulista/São Bento/Brejo do Cruz; PB-102 - Entroncamento da BR-104/Umbuzeiro; PB-103 - Dona Inês/Beliguin; PB-066 - Entroncamento da BR-230/Ingá; PB-090 - Ingá/Itatuba; PB-085 - Pirpirituba/Sertãozinho/Duas Estradas e PB-066 - Itabaiana/Mogeiro/Ingá, entre outras.
A conservação destas rodovias totaliza 333 quilômetros e até dezembro próximo ainda serão contempladas outras rodovias que tenham degradações superficiais, garante Armando Ataíde, acrescentando que este novo modelo de gestão tem permitido se trabalhar não só de forma corretiva, mas também de forma preventiva, garantindo uma vida útil mais prolongada das rodovias estaduais asfaltadas.
Os serviços de manutenção e conservação da malha rodoviária estadual constituem uma das missões do DER e objetivam oferecer aos usuários das rodovias conforto e segurança em seus deslocamentos e preservar o patrimônio público. Estes serviços caracterizam-se por serem de natureza continuada e consistem em um conjunto de operações rotineiras e emergenciais que resgatam as características técnicas e físicas operacionais da malha rodoviária ao nível da sua construção.
O superintendente do DER, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, disse que a orientação é avançar o máximo possível com esta nova operação do Programa Estrada Segura. Essa ação contribui ainda para as rodovias estaduais permanecerem no ranking das melhores do Brasil, principalmente da região Nordeste.
Secom-PB 

Postar um comentário

0 Comentários