Candidatura de Lucélio entra em declínio e irmão manda suspender gastos de campanha

São fortes os ruídos sobre a desistência do candidato Lucélio Cartaxo na disputa pelo Governo do estado. Afora as deserções em massa de aliados rumo a outras candidaturas principalmente para a do emedebista José Maranhão informações mais substanciais sobre o recuo do irmão do prefeito confirmaria essa retirada estratégica para estancar os gastos com uma campanha que caminha para o declínio.
 
Não seriam apenas as defecções políticas e as manobras de bastidores que estariam influindo para essa retirada acabrunhante de uma candidatura que, desde o princípio se mostrava insustentável e que tinha por único objetivo assegurar palanque para o candidato a reeleição Cássio Cunha Lima.
 
O que sai de dentro do esquema que “apoia” Lucélio revela que sua candidatura estancou nos números e nos recurso diante da visível exibição de aniquilamento eleitoral. O irmão prefeito já teria suspendido os gastos com impressões gráficas diante da hemorragia eleitoral  que se agrava a cada pesquisa.
 
De segundo, Lucélio passou para um distante terceiro lugar e nem os ataques virulentos que vem desferindo contra o adversário Zé Maranhão a quem atribui o fracasso de sua candidatura estariam tonificado seu nome.
 
Diante dessa anemia política, o prefeito achou por bem suspender os gastos e vai manter o irmão candidato apenas para não ter que jogar a toalha de forma melancólica.

Postar um comentário

0 Comentários