Após pedir à ALPB para tomar empréstimo de R$ 700 mi, Ricardo reclama de perseguição

Nesta quinta-feira (13), o governador Ricardo Coutinho (PSB), comentou a recente autorização solicitada à Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para que a gestão estadual contrate um empréstimo de aproximadamente R$ 700 milhões, com garantia da União, junto ao Banco Mundial, como parte do projeto para garantir a segurança hídrica na Paraíba.
“Infelizmente, não pudemos fazer esse empréstimo, apesar de a Paraíba ter toda a condição, por conta da perseguição em que o estado foi vítima. Depois que uma presidente foi derrubada, o estado começou a ser visto como inimigo da federação ou do poder federal e, mesmo equilibrado, como um das menores relações entre dívida pública e receita corrente líquida, mesmo pagando em dia as suas contas, mesmo co capacidade de endividamento, foi negado ao estado a condição de contrair financiamentos”, declarou.
Apesar da reclamação, o socialista garantiu que isso não o impedirá de dar continuidade ao projeto hídrico: “estamos preparando tudo para que o próximo governo consiga se livrar dessa opressão, perseguição, que se instaurou no Brasil e dê continuidade a todo esse projeto de segurança hídrica que eu consegui implantar”.  
Paraiba.com.br

Postar um comentário

0 Comentários