Ações e serviços da PMJP garantem desenvolvimento saudável das crianças na primeira infância

A primeira infância, que vai de zero aos seis anos, é uma das fases mais importantes para a criança. É o momento das descobertas, de ter acesso aos cuidados necessários para crescer saudável e garantir que os pequenos tornem-se jovens e adultos com mais oportunidades. Em João Pessoa, nos 85 Centros de Referência em Educação Integral (Creis), o ensino e a assistência andam juntos para proporcionar um bom desenvolvimento aos alunos. Afinal, essas crianças estão sendo preparadas para o futuro.

Foi pensando nisto que a dona de casa Roseane Gonçalves encontrou o lugar certo para dar as melhores oportunidades ao pequeno William, de três anos. Ele é um dos 105 alunos do Crei Júlia Ramos, localizada no bairro da Torre e reformado em agosto de 2017, a unidade conta com a infraestrutura necessária para atender aos usuários e o número de vagas foi ampliado.

"Sempre ouvi falar muito bem dessa creche e minha vizinha criou os filhos dela aqui. Aí vim conhecer, conversei com a diretora e consegui matricular meu filho. É um espaço muito bom, tanto para as crianças quanto para as mães, que têm um lugar seguro para deixar os filhos e poder trabalhar ou procurar um emprego. Aqui a gente sabe que as crianças são tratadas por pessoas de confiança e temos a certeza de que nossos filhos recebem o melhor", comemorou Roseane Gonçalves.

Essa satisfação dos pais com o Crei, segundo a diretora da unidade, Cresilda Gomes, se deve ao comprometimento dos servidores e também dos projetos que levam à família para junto da escola, fazendo com que os pais participem ativamente da educação dos filhos.

"Temos a participação dos pais e projetos, como 'A família no Crei". Nesse projeto, nós fazemos um dia com brincadeiras com a participação dos pais, além de contação de histórias onde eles também estão presentes. Nós procuramos sempre planejar atividades onde os pais são convidados e a adesão é satisfatória", destacou a diretora.

Geração alfabetizada – O hábito da leitura deve ser incentivado desde os primeiros anos de vida. Nos Creis da Capital, o 'Programa Geração Alfabetizada', da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Sedec) têm atividades que estimulam as crianças para que desenvolvam mais rapidamente a leitura e escrita. Ainda por meio dessa iniciativa, as crianças participam de momentos de interação, através das histórias contadas, leituras visuais através de gravuras. Outra vantagem é que as atividades são realizadas de maneira integrada com as disciplinas e demais áreas do conhecimento de maneira contextualizada, sendo o ato de ler e escrever o foco das atividades principais.

Cuidados na gestação – O cuidado com as crianças moradoras de João Pessoa começa ainda no ventre da mãe. Além do acompanhamento nas Unidades de Saúde (USFs), durante o pré-natal, as gestantes têm ainda disponíveis atendimentos especializados no Instituto Cândida Vargas (ICV), caso apresentem sintomas de gravidez de risco.

Ainda na maternidade, tanto as mães quanto as crianças, recebem a assistência adequada, desde o incentivo à amamentação até as orientações sobre os cuidados básicos com os recém-nascidos.

"A mãe quando está grávida passa por um processo de conhecimento sobre o que vai acontecer com ela e com o bebê. Temos um grupo que explica sobre o processo de amamentação e também sobre os serviços do Banco de Leite. Temos fonoaudiólogos que também ajudam quando o bebe não consegue pegar bem o peito, por exemplo", explicou a neuropediatra e coordenadora da UTI neo-natal do ICV, Juliana Soares.

Moradora do município de Mari, na zona da Mata paraibana, Severina Soares sabe bem da importância no cuidado das crianças nos primeiros anos de vida. No último mês de agosto ela deu à luz ao pequeno Jonatas e antes mesmo de sair do ICV recebeu todas as orientações dos pediatras sobre a alimentação do bebê e ações preventivas de saúde, como a vacinação e monitoramento do peso. "O atendimento foi muito bom. Apesar de ser o meu segundo filho, a gente sempre aprende mais alguma coisa. Vejo que tanto as crianças quanto as mães são bem atendidas aqui", elogiou a dona de casa.

Acompanhamento – Em frente ao Instituto Cândida Vargas está em construção a Casa Mãe Bebê de João Pessoa. O local disponibilizará serviços de acolhida e assistência para as gestantes e puérperas que vêm de fora da Capital e são acompanhadas na maternidade do município.

Com uma área de 321,65 m² e capacidade para receber 17 mulheres, a Casa contará com uma estrutura composta por sala de estar, refeitório, cozinha, cinco dormitórios, cinco banheiros, despensa, área de serviço e área de convivência e área administrativa. O investimento é de R$ 403.639,76.

A Casa Mãe Bebê de João Pessoa, a primeira de todas as capitais do Nordeste de acordo com o que preconiza o Ministério da Saúde, na portaria 1020/2013 sobre o processo de técnicas de humanização das casas de acolhida, está quase pronta para ser entregue à população
Secom-JP 
Katiana Ramos

Postar um comentário

0 Comentários