Abertas inscrições para Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento das Técnicas de Utilização


Estão abertas as inscrições para o Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento das Técnicas de Utilização do Sistema de Processo Judicial eletrônico (PJe). O objetivo é capacitar os servidores do Fórum Cível da Comarca da Capital no sistema PJe, visando à melhoria dos serviços jurisdicionais. A formação será ministrada pela Escola Superior da Magistratura (Esma) em parceria com a Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec) do Judiciário estadual. Os servidores têm até o dia 28 de setembro para se inscrever.

O curso será realizado nos dias 2, 3 e 4 de outubro na sede da Escola, em João Pessoa, e as inscrições deverão ser efetivadas, exclusivamente, pela internet no ambiente virtual da Esma, através do link: https://goo.gl/forms/Tpt3Lhp9PYRXPdik1, utilizando o usuário e senha da intranet. 

As aulas ocorrerão das 8h às 12h. Conforme a programação, no módulo básico serão abordados os seguintes conteúdos: acesso ao sistema, conhecendo o ambiente, agrupadores, aba expedientes, caixas e processo. No módulo intermediário: abrir tarefas, operações de audiência, preparar comunicação, prazos processuais e movimentar em lote e outras atividades. 

No último dia, no módulo avançado, serão apresentados como criar modelos de documentos, habilitar magistrado na unidade, habilitar e dar visibilidade de processo a juiz substituto (suspeição ou impedimento), habilitar servidor em unidade, custas on-line e novidades e melhorias no PJe.

A certificação e as anotações de praxe nos assentamentos individuais do servidor serão providenciadas pela Gerência de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores da Esma, até 15 (quinze) dias do término do evento.

DJe - O Diário da Justiça eletrônico (DJe) trouxe, na edição do último dia 13, o Ato nº 66/2018, da Presidência do Tribunal de Justiça, que dispõe sobre convocação de servidores do Fórum Cível da Capital, para participar do Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento das Técnicas de Utilização do Sistema de Processo Judicial eletrônico (PJe). 

Ao editar o expediente, o presidente do TJPB, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, levou em consideração a demanda apresentada pelo diretor do Fórum Cível; a premente necessidade da realização de capacitação dos servidores, visando a melhoria do desempenho do Sistema PJe; e a disposição contida na Resolução 185, de 18 de dezembro de 2013, do Conselho Nacional de Justiça.

O presidente do TJPB considerou, também, o adiantado estágio em que se encontra o processo de digitalização dos feitos físicos que ainda tramitam no Poder Judiciário estadual, o que demanda pleno conhecimento das técnicas e do manuseio do Sistema PJe. Foi observada, ainda, a necessidade de formação e desenvolvimento do servidor, como condição indispensável para o crescimento e a movimentação na carreira.

De acordo com o expediente, os servidores devem participar do curso em horário não coincidente com o expediente forense. Será assegurada aos participantes a compensação correspondente à carga de horas dispensada, de acordo com a demanda ao expediente na sua unidade de lotação, a critério do juiz responsável pela unidade, e mediante requerimento endereçado ao juiz do Fórum Cível, acompanhado da respectiva certificação de conclusão do Curso, contendo a carga horária.

Por Marcus Vinícius

Postar um comentário

0 Comentários