A maldição da descrença com EDIR MARCEDO


A maldição da descrença
Não há bênção nem maldição sem causa. (Provérbios 26.2)
Como o abençoado colhe os frutos de sua obediência, também os amaldiçoados colhem os frutos de sua desobediência. (Deuteronômio 28)
A maior parte dos milagres realizados pelo Senhor Jesus foi nas cidades de Corazim, Betsaida e Cafarnaum. Mesmo assim, seus habitantes não creram na Sua Palavra.
Por conta disso, apesar de bem localizadas, são cidades-fantasmas. Estive lá e vi suas ruínas. Até Cafarnaum, situada às margens do Mar da Galiléia, é completamente inabitada, vazia e triste.
Nem a proximidade do Santo Monte as torna interessantes a investidores. Corazim, no caminho da subida ao Hermom, está completamente entregue às baratas.
Por quê? Perguntei ao guia.
Resposta curta e seca: maldição.
Então me lembrei da maioria dos crentes que, devido à desobediência, tem vivido uma vida amaldiçoada, mesmo estando próxima ao Altar.
Crentes que conhecem a Bíblia de cor e salteado, louvam, oram, jejuam, são leais às suas denominações e pastores, mas não praticam o que sabem. Ou melhor, praticam o que é fácil e não exige qualquer sacrifício. São crentes profissionalmente rebeldes.
Estão junto do Hermom, mas suas vidas estão em ruínas, tal qual Corazim, Betsaida e Cafarnaum.
Ai de ti, Corazim, ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se fizessem as maravilhas que em vós foram feitas, já há muito, assentadas em saco e cinza, se teriam arrependido. Portanto, para Tiro e Sidom haverá menos rigor, no juízo, do que para vós. E tu, Cafarnaum, que te levantaste até ao céu, até ao inferno serás abatida. Lucas 10.13-15
E tu, Cafarnaum, que te ergues até ao céu, serás abatida até ao inferno; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje. Eu vos digo, porém, que haverá menos rigor para os de Sodoma, no dia do juízo, do que para ti. Mateus 11.23,24

Bispo Edir Macedo
Bispo Edir Macedo

Postar um comentário

0 Comentários