quarta-feira, 25 de abril de 2018

10 dicas para prevenir e tratar a gripe

Com a aproximação do inverno e as baixas temperaturas, a incidência de doenças respiratórias aumenta no país. Uma delas é a gripe, doença viral que vem acompanhada por sintomas como febre, dores no corpo e indisposição. O governo brasileiro intensificou a campanha de vacinação contra a doença de maneira a aumentar a prevenção e reduzir os casos. Veja nossas dicas para prevenir e diminuir os sintomas da gripe.
1. Vacine-se contra a doença. O governo brasileiro disponibiliza diversas vacinas para prevenir a gripe. Procure o posto de saúde da sua região e se informe sobre o calendário de vacinação. Preste atenção especial se você faz parte de algum grupo de risco (pessoas com imunidade diminuída, idosos, crianças, mulheres grávidas).ATENÇÃO: a vacina contra a gripe deve ser tomada todo o ano, pois o vírus causador da doença muda constantemente.
Vacine-se contra a doença
2. Evite ficar em locais fechados. Uma tendência no inverno é manter janelas e portas sempre fechadas para evitar que o frio entre. Embora isso deixe o ambiente mais aconchegante, essa prática também facilita a disseminação de doenças, uma vez que o ar não circula. Sempre que possível, mantenha uma fresta aberta para permitir a circulação do ar.ATENÇÃO: tente evitar locais como hospitais, postos de saúde, creches e dormitórios.
3. Lave sempre as mãos. Esfregue com água e sabão por, no mínimo, 30 segundos, sobretudo antes das refeições e depois de usar o banheiro. Géis antissépticos e lenços umedecidos com álcool também ajudam na prevenção da doença. ATENÇÃO: sabonetes bactericidas matam bactérias, não o vírus causador da gripe.
4. Cubra a boca ao espirrar e tossir. Essa prática simples evita que o vírus se espalhe. Oriente crianças a fazerem o mesmo. Não se esqueça de lavar as mãos ou usar gel antisséptico após espirrar ou tossir.
5. Evite trabalhar ou ir a escola se estiver doente. Se possível, evite sair caso tenha gripe. Além de ajudar o seu corpo a se recuperar, isso evita que a doença se espalhe. Volte às suas atividades depois que estiver recuperado.
6. Beba bastante líquido. A ingestão de líquidos, principalmente a água, é importante caso a doença cause febre, uma vez que pode acontecer desidratação. Além disso, a água ajuda a fluidificar as secreções da garganta e nariz, ajudando o paciente a respirar melhor. Invista também em chás e sucos de frutas naturais. Os últimos são fáceis de ingerir e proporcionam ao paciente as vitaminas e minerais necessários.
Beba bastante líquido.
7. Umidifique os ambientes. Isso ajuda a diminuir o desconforto da tosse e do nariz ressecado, além de ajudar a fluidificar as secreções. Se você não tiver um umidificador, deixe um balde de água ou toalhas molhadas pelos cômodos da casa.
8. Tome mel. O mel ajuda a diminuir o desconforto da tose e lubrificar a garganta. Há diversos preparos com mel, como chás e xaropes, mas você também pode toma-lo puro. Veja nossas receitas de remédios caseiros de mel com cebolamel com própolis e leite com mel

9. Use analgésicos. A gripe é acompanhada por dores no corpo e indisposição. O uso de analgésicos, como a aspirina, o ibuprofeno e o paracetamol ajudam na recuperação e diminuem o desconforto. ATENÇÃO: consulte um médico antes de utilizar qualquer medicação e evite o uso de alguma medicação caso você tenha algum tipo de alergia aos componentes da fórmula.
10. Use solução salina para desentupir o nariz. Também conhecido como soro fisiológico, essas soluções ajudam a fluidificar o muco que entope as narinas. Use especialmente em crianças. 


www.criasaude.com.br
POSTADO POR FERNANDO COUTONHO - NAÇÃORURALISTA.COM.BR



Nenhum comentário:

Postar um comentário