Anvisa proíbe venda e consumo de medicamentos e cosméticos irregulares

Nesta sexta-feira, a Anvisa publicou a proibição de todos os lotes do produto Água Facial Mentolada Channet, fabricado pela empresa Top Cosmetics Ltda ME, no período de 9/05/2012 a 23/11/2016
Saúde | Em 02/11/17 às 07h46, atualizado em 02/11/17 às 07h47 | Por Redação
Marcos Santos/USP Imagens
Imagem Ilustrativa
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a proibição de distribuição, comercialização e uso de cinco medicamentos e um cosméticos detectados com irregularidades.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A Anvisa publicou a proibição de todos os lotes do produto Água Facial Mentolada Channet, fabricado pela empresa Top Cosmetics Ltda ME, no período de 9/05/2012 a 23/11/2016.

Conforme a agência, o produto não possui registro ou notificação. Com isso, a empresa deve promover o recolhimento do estoque existente no mercado e o consumidor suspender o uso.

Medicamentos

Cinco medicamentos de dois fabricantes internacionais foram suspensos pela Anvisa nessa quinta-feira (26). A medida foi adotada após a realização de inspeções internacionais feitas pela Anvisa nos locais de fabricação.

Com isso, a importação, o comércio e o uso dos medicamentos ficam suspensos até que os fabricantes corrijam os problemas identificados. Veja abaixo a lista completa.

Medicamento
Fabricante
Importador para o Brasil
Resolução de suspensão
Flumazenil 0,1 mg/mL, solução injetável
Hameln Pharmaceuticals GMBH (Alemanha)
Instituto Biochimico Indústria Farmacêutica Ltda
RE 2.820/2017
BONAR (sulfato de bleomicina) pó liofilizado
Lemery S.A. de C.V. (México)
Biosintética Farmacêutica Ltda
RE 2.826/2017
Tevableo (sulfato de bleomicina, pó liofilizado)
Tevaetopo (etoposídeo, solução injetável)
Tevairinot (cloridrato de irinotecano triidratado, solução injetável)
Tevavinor (tartarato de vinorelbina, solução injetável)
Lemery S.A. de C.V. (México)
Teva Far

Postar um comentário

0 Comentários