Aesa e ANA apresentam restrições de uso das águas e situação de Boqueirão

 A atual situação do açude Epitácio Pessoa e as restrições de uso das águas da transposição do rio São Francisco serão apresentadas nesta sexta-feira, 28, pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) e Agência Nacional de Águas (ANA).
A exposição será realizada no acampamento do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), na cidade de Boqueirão, para usuários de água bruta.
 
Até a manhã desta quinta-feira, 27, o reservatório estava com 13,4 milhões de metros cúbicos, o que equivale a 3,2% da capacidade máxima (411 milhões).
 
Desde o encontro com as águas do Velho Chico no último dia 18, o volume de açude Epitácio Pessoas aumentou 1,4 milhão de metros cúbicos.
 
“Aos poucos o açude está ganhando volume e gradativamente iremos liberar mais água para abastecer Campina Grande e cidades vizinhas. Depois que o abastecimento urbano for estabilizado veremos como será a liberação para o uso no campo. Por enquanto a irrigação continua proibida, sendo permitida retirada apenas para consumo humano e animal”, alertou o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva.
 
Foram convidados para a apresentação desta sexta-feira, em Boqueirão, representantes de sindicatos de trabalhadores, câmaras de vereadores e prefeituras das cidades de Boqueirão, Cabaceiras e Barra de São Miguel.
 
Além de técnicos da Sudema, Cagepa, Emater, Comitê de Bacias Hidrográficas da Paraíba, Polícia Ambiental e Ministério Público da Paraíba.
POSADO POR FERNANDO COUTINHO
NAÇÃORURALISTARADIOJORNAL.COM.BR

Postar um comentário

0 Comentários