Cagepa determina suspensão do abastecimento e cidade do Cariri fica sem água


 A população de uma importante e histórica cidade do Cariri Paraibano está em situação de colapso por conta da ausência total de água. O município de Taperoá recebeu ontem a informação oficial por parte da Cagepa de que a adutora que trazia água do açude de Mucutu não mais abastecerá sua população.
 
O sistema foi desativado em virtude do baixo nível do manancial e porque, segundo a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba, a qualidade da água estava comprometida. A medida foi recebida com surpresa por populares e por autoridades, que sabiam da precarização do abastecimento, mas não foram preparados para medida tão drástica.
 
Segundo o prefeito de Taperoá, Jurandi Gouveia, a água de Mucutu desde a instalação da adutora sabe-se que era imprópria para o consumo, mas servia para outras necessidades elementares da população. Para o gestor, o abastecimento pode ainda se estender por mais alguns meses e não é razoável que os taperoaenses fiquem completamente sem água, até porque não há outro meio de abastecer a cidade de forma repentina. Jurandi informou ainda que está licitando a perfuração de 20 poços.
 
A solução para a segurança hídrica de Taperoá e municípios circunvizinhos vem da adutora do Pajeú, que com 400 km de extensão garantirá água de qualidade para dezenas de cidades pernambucanas e algumas do Estado da Paraíba. O prefeito Jurandi Gouveia também afirmou que está mobilizando prefeitos dos municípios circunvizinhos, religiosos, promotores de justiça e toda a população para pressionar a conclusão da obra.
 
O vice-prefeito Júnior de Preto afirmou que assim como as autoridades do Estado estão se mobilizando para concluir rapidamente a Transposição do São Francisco, é preciso fazer uma pressão no Governo Federal para acelerar a adutora do Pajeú.
 
Na Paraíba, serão beneficiados com a adutora do Pajeú os moradores de Princesa Isabel, Imaculada, Desterro, Livramento, São José dos Cordeiros, Taperoá, Teixeira e Cacimbas.
 
VITRINE DO CARIRI E NAÇÃORURALISTA.COM.BR
Com De Olho no Cariri

Postar um comentário

0 Comentários