Suspeito de matar mulher na frente dos filhos em CG se apresenta, mas é liberado

Apresentou-se na manhã desta quinta-feira (29), na Delegacia de Homicídios, um homem que confessou ser o atirador que matou Aline Albuquerque da Silva, de 25 anos, no dia 21 deste mês, no bairro do Bodocongó, em Campina Grande. O homem, agora suspeito do crime, foi liberado por falta de flagrante, mas vai ser investigado pela polícia. A participação de outras pessoas no crime não foi descartada.

Leia mais Notícias no Portal Correio e naçãoruralistaradiojornal.com.br

Segundo a polícia, o suspeito chegou à delegacia por vontade própria e confessou o crime. Porém, de acordo com o delegado Antônio Lopes, a polícia não divulgou a idade ou identificação do suspeito para preservar a investigação e está analisando a participação de outras pessoas no assassinato.
Entenda o caso

Aline Albuquerque estava com o marido quando desceu de um ônibus e foi para casa. Porém, ao chegar à residência, a vítima foi abordada por um homem, que, mesmo com a presença dos filhos do casal, efetuou os tiros e depois fugiu.

Postar um comentário

0 Comentários