Suspeito de matar família da PB na Espanha estava no local do crime, diz jornal

Mais um detalhe foi incluído na investigação do assassinato de uma família paraibana na localidade de Pioz, na Espanha, cujo suspeito é sobrinho de uma das vítimas. Segundo apurou o jornal espanhol El País, o parente estava presente no chalé onde houve a tragédia. Dados de geolocalização associados ao celular do suspeito apontam que ele teria passado grande parte da noite no local do crime, limpando e apagando rastros, para depois tomar um ônibus.
O suposto assassino antecipou a volta ao Brasil e embarcou um dia depois da descoberta dos cadáveres do tio, da mulher dele e dos dois filhos pequenos do casal, de quatro e um ano. Interrogado por policiais em João Pessoa, na presença de um advogado contratado dias antes pela família, o sobrinho afirmou que fugiu da Espanha “por medo de ser o próximo” e justificou a presença de rastros dele na cena do crime pelo fato de que durante um tempo conviveu com os tios e primos.
Leia mais Notícias no Portal Correio e naçãoruralista.com.br

As vítimas foram achadas pela Guarda Civil em 18 de setembro com os corpos esquartejados e guardados em sacos plásticos. A Justiça brasileira solicitou todas as providências cabíveis sobre o caso para iniciar o processo penal contra o suspeito.

Postar um comentário

0 Comentários