Estou de volta

Estou de volta

Sim, também fiz supermercado. Arrumei casa. Lavei e sequei louças. Tudo isso enquanto quebrava a cabeça para introjetar as rígidas regras gramaticais do inglês
Cidades | Em 15/10/16 às 12h00, atualizado em 15/10/16 às 12h46 | Por Roberto Cavalcanti
Acabou o intervalo. O primeiro em mais de seis anos de diálogos ininterruptos nas páginas do Jornal Correio e Portal Correio – onde derramo minha alma em sentenças reveladoras, seja pontuando o que penso sobre esse nosso Brasil tão singular; seja desnudando minha vida em conjunções mais explícitas que as fotos da Playboy.

Aliás, o que é uma foto quando o que está sendo despido é o próprio eu?

Mais uma vez, fotografarei aqui minha alma neste retorno.

E contarei os detalhes (em capítulos) dessa experiência inimaginável que ocorreu comigo ao longo do último mês – um momento que definitivamente ocupará espaço especial neste enredo que chamo de vida.

Aos 70 anos, mergulhado naquele comodismo típico da idade e de quem acha que, nesta altura do campeonato, tem direito a desfrutar da estabilidade conquistada a duras penas, resolvi oferecer aos meus neurônios um conflito desafiador:
Voltar, depois de 47 anos, à sala de aula.

Detalhe nada singular: meu aprendizado se daria em outro idioma, cercado por colegas de sete nacionalidades, vindos de três continentes diferentes.

E lá fui eu.

Sabe o que é aos setentinha acordar às 6h com o despertador, levantar rápido da cama (que você mesmo terá que arrumar), preparar o café, lavar a louça e cuidadosamente rechear a mochila com lápis, cadernos e livros?

Essa foi minha rotina – que me levou à jato de volta aos meus dez anos, ruas do Derby em Recife, bolsa a tiracolo, percorrendo a pé a distância até a escola.

Exatamente como ocorria naquela época, tão distante e quase desbotada na memória, eu também fazia meu trajeto a pé pelas ruas de Nova Iorque.
Digo, orgulhoso, que nunca atrasei.

Aliás, tomei precauções para que o aluno Roberto, em seu retorno à sala de aula, fosse sempre pontual: dias antes de iniciar os estudos, fiz e refiz o trajeto, cronometrando a trajetória.

Deu certo: fui sempre o primeiro diante do portão; o número um da fila que, diferente daqui, lá é regiamente respeitada.

Respondi sempre às chamadas nominais. E fiz todas as tarefas de casa, pois sabia que no dia seguinte seria tomada em questões aleatórias e eu deveria estar apto a responde-las.

Esse mundo novo chacoalhou tudo em mim.

Imagine o que é, de uma hora para outra, incorporar rotinas tão diferentes!

E passar a pensar e me comunicar em outro idioma, imerso numa cultura tão distinta...

Não foi fácil.

Mas a gente aprende até com os equívocos.

Errando, aprendi de fato algumas coisas que, apesar de corriqueiras, passavam despercebidas.

Por exemplo: a feira não se resume aos produtos gourmet que você escolhe com gula. O sal também faz parte da lista – e esquecê-lo compromete todo o resto.

Outra: por mais vistosos que estejam, não leve morangos para a quinzena. Pois a despeito do refrigerador, em três dias eles estarão passados.

Sim, também fiz supermercado. Arrumei casa. Lavei e sequei louças. Tudo isso enquanto quebrava a cabeça para introjetar as rígidas regras gramaticais do inglês.

Voltei renovado – de corpo e alma. E neurônios.

A mexida funcionou. E me pego relembrando fatos, nomes, situações que já tinham ido parar nalguma gaveta emperrada da memória.

Próximo ano estarei lá de novo, de volta à sala de aula.

Mochila nas costas, recheada de material didático e, principalmente, da mais viva esperança de que estes velhos neurônios ainda têm muito o que aprender...
Anterior Proxima Inicio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Momenton de Reflexão

Momenton de Reflexão

Charge do Dia

Charge do Dia

MUSEU VIRTUAL DA NAÇÃO

MUSEU VIRTUAL DA NAÇÃO
GOVERNO MUNICIPAL TOMAM POSSE 1973

MERCADINHO CÂNDIDO

MERCADINHO CÂNDIDO

SUPERMERCADO REAL

SUPERMERCADO REAL

NOSSO PARCEIRO

NOSSO PARCEIRO
http://www.nacaoruralistaradiojornal.com.br/

CURTA PELO SEU CELULAR OU PORTAIS NOSSAS RÁDIOS 24H TOCANDO O QUE VOCÊ GOSTA

CURTA PELO SEU CELULAR OU PORTAIS NOSSAS  RÁDIOS 24H TOCANDO O QUE VOCÊ GOSTA

SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR

SAÚDE EM PRIMEIRO LUGAR

OFICINA CARRO NOVO

OFICINA CARRO NOVO

MOMENTO DE REFLXÃO DE HOJE

MOMENTO DE REFLXÃO DE HOJE
VEJA MAIS REFLEXÕES NO PORTAL NAÇÃORURALISTA.COM.BR

BAR DO DUDA

BAR DO DUDA

MOVETRO NÓS RECOMENDAMOS

BIRINO NA CAMÂRA FAZENDO O TRABALHO QUE O POVO DETERMINOU

BIRINO NA CAMÂRA FAZENDO O TRABALHO QUE O POVO DETERMINOU
VEJA NA NAÇÃORURALISTA.COM.BR

QUENTINHA DO BAR DA SAUDADE

QUENTINHA DO BAR DA SAUDADE

PARCEIRIA COM A NAÇÃO

PARCEIRIA COM A NAÇÃO

SUPERMERCADO CÂNDIDO - 50 ANOS A SERVIÇO DO POVÃO

SUPERMERCADO CÂNDIDO - 50 ANOS A SERVIÇO DO POVÃO
O MELHOR PRÊÇO FAZ A DIFERENÇA

NOSSO PARCEIRO

NOSSO PARCEIRO
O PONTO CERTO DA QUALIDADE COM BOM ATENDIMENTO

BAR E RESTAURANTE TÔ NO TRABALHO EM GURJÃO

BAR E RESTAURANTE TÔ NO TRABALHO EM GURJÃO
A NAÇÃO RECOMENDA

SUPERMERCADO REAL GURJÃO E SANTO ANDRÉ

SUPERMERCADO REAL GURJÃO E SANTO ANDRÉ
A ONDE O PRÊÇO É LEGAL

FARMÁCIA CANTALICE

FARMÁCIA CANTALICE

NOSSOS PARCEIROS

NOSSOS  PARCEIROS

SÃO JOÃO DO CARIRI RÁDIO WEB .COM

SÃO JOÃO DO CARIRI RÁDIO WEB .COM